Anúncio
Anúncio

Sancidino Silva, jovem avançado guineense de 20 anos, foi esta sexta-feira ilibado de um verdadeiro escândalo sexual que abalou a Inglaterra. O jogador formado no Benfica tinha sido acusado de ter violado uma mulher em junho do ano passado. O tribunal, porém, foi unânime: os 12 júris decidiram a favor do jogador.

O julgamento, de resto, durou cinco dias e teve lugar no Tribunal Criminal de Liverpool, cidade onde o jovem avançado passou uma noite num quarto de hotel com a mulher de 24 anos que o acusou de violação.

A jovem inglesa alegou que tinha sido violada por Sancidino Silva enquanto dormia, no final de uma noite que envolveu excesso de álcool e o consumo de cocaína, segundo a acusadora.

Anúncio

O jovem guineense, contudo, negou ter ingerido qualquer bebida alcoólica e ter consumido drogas. Em apenas meia hora, o júri deliberou a favor de Sancidino Silva.

Recorde-se que o jovem guineense chegou ao Benfica em 2007, para integrar os escalões de formação, onde esteve até 2012. Dessa época até 2014, o avançado representou a equipa B dos encarnados; destacou-se, mas acabou por não renovar contrato. Sancidino Silva tentou então a sorte no Reino Unido, tendo feito testes no Nottingham Forest e, posteriormente, no Celtic Glasgow, da Escócia. Foi nessa altura que o jovem esteve em Liverpool e passou a noite com a jovem inglesa de 24 anos.

"A minha vida está ser destruída por causa dela.

Anúncio
Os melhores vídeos do dia

Estive oito meses sem jogar desde que este problema começou. Perdi tudo só para provar a minha inocência", afirmou Sancidino Silva, citado pelo Liverpool Echo, no final do julgamento.

Ao que o 'Blasting News' apurou, o avançado de 20 anos vai regressar já na próxima semana a Portugal e, sendo um jogador livre, tem a intenção de arranjar colocação num emblema dos campeonatos profissionais. O principal desejo, contudo, passar mesmo por regressar ao Benfica. Os encarnados, de resto, seguiram de perto o caso de Sancidino Silva e existe a possibilidade de apoiarem o jogador, apesar de, recorde-se, o avançado ter terminado contrato no final da última temporada.