O Benfica voltou a perder no campeonato, na sequência do golo de Del Valle, aos 95 minutos, lance que já está a ser comparado ao remate certeiro de Kelvin, que, em Maio de 2013, contribuiu não só para a vitória dos dragões diante dos encarnados, como para afastá-los da conquista do título de campeão. Tal como na partida do passado sábado, dia 21, com o Rio Ave, o lance histórico de Kelvin também aconteceu no período de descontos, embora tenha surgido aos 92 minutos, e, igualmente, na sequência de um lançamento na linha lateral.

Publicidade

Em Vila do Conde, o Benfica esteve em vantagem, após o golo de Salvio, logo aos cinco minutos, mas os anfitriões concretizaram a reviravolta no marcador, com tentos de Ukra, aos 74', e o já referido remate de Del Valle. Há, praticamente, dois anos, o Benfica esteve a ganhar por 1-0, após Lima ter feito o 1-0, aos 19', mas o FC Porto chegou à vantagem depois do autogolo de Maxi Pereira, pouco antes da meia hora de jogo, e do golo de Kelvin.

"Acordei confiante, sabia que aquele dia era especial, que seria um clássico do Futebol mundial, em que eu poderia participar e fazer a diferença.

Acordei focado no jogo, com vontade de jogar e foi um momento de glória. Depois, quando cheguei a casa, nem sabia bem o que tinha acontecido naqueles momentos... Foi muito emocionante, cheguei a casa, liguei a televisão para ver de novo. Sentei no sofá e chorava sozinho porque foi um momento muito emocionante que nunca vou esquecer", referiu Kelvin, em declarações à Globo.

O empate a um golo do FC Porto, na visita ao Nacional, acabou por atenuar a derrota de ontem dos encarnados. As equipas estão, agora, separadas por três pontos, com vantagem para a formação treinada por Jorge Jesus, líder da liga portuguesa.

Publicidade

Outro pesadelo aos 92 minutos

Na mesma temporada, o 92º minuto foi fatal também para o Benfica na final da Liga Europa, pois foi nesse momento que surgiu o golo de Ivanovic que determinou o triunfo do Chelsea. Apesar daquela proeza, Kelvin recebeu poucas oportunidades na principal equipa do FC Porto, tendo sido, no início deste ano, emprestado ao Palmeiras.