Advertisement
Advertisement

Mohammed Salah brilha na Fiorentina depois de ter sido emprestado pelo Chelsea, mas, apesar de ter contrato até Junho de 2019, "nem tão cedo" quer voltar ao Londres. As exibições e os golos marcados ao serviço da formação de Florença colocaram novamente Salah na ribalta do Futebol mundial depois de momentos discretos ao serviço da equipa de José Mourinho. Frente à poderosa Juventus, líder destacada na Serie A, o Faraó realizou uma das melhores exibições, numa partida a contar para as meias-finais da Taça de Itália.

Salah marcou os golos da vitória por 2-1. A proeza enquadrou-se num ciclo, em que assinou cinco remates certeiros, em quatro encontros. Um feito notável, considerando que não é ponta-de-lança.

Advertisement

O novo ídolo da Fiorentina marcou, também, diante do Inter, gigante de Milão longe dos tempos de glória, dando a vitória à Fiorentina por 1-0; no triunfo perante o Tottenham, por 2-0, a contar para a Liga Europa; e no empate a um golo frente ao Torino, igualmente na Serie A. Antes desta série, havia rematado com êxito na vitória ante o Sassuolo por 3-1. Estes números contrastam com o rendimento apresentado no Chelsea, com apenas dois golos em 17 encontros disputados, o que contribuiu para a saída do plantel, integrado no negócio de Juan Quadrado, que fez o percurso inverso ao de Salah. Ou seja, trocou a Fiorentina pelo clube de Londres.

A possibilidade de Salah voltar a Londres está na ordem do dia e o internacional egípcio já merece elogios de Mourinho: "Salah deve manter o mesmo desempenho na Fiorientina até ao final da época.

Advertisement
Os melhores vídeos do dia

Está, actualmente, a fazer um trabalho fantástico. É, ainda, um jovem jogador, mas tem de continuar a lutar arduamente", referiu o treinador do Chelsea, em declarações à Sky Sports. Contudo, o jogador demonstra não estar em sintonia com o antigo técnico: "Nem tão cedo pretendo voltar ao Chelsea. Neste momento, não tenho a intenção de regressar a Londres. Quero fazer tudo bem na Fiorentina. Antes de ir para Itália, falei com Mourinho, disse que queria sair e ele concordou".

Salah elogia bastante o futebol italiano: "A liga italiana tem um nível elevado. O Quadrado é um jogador fantástico, respeito-o bastante. Sei que era adorado pelos adeptos em Florença e espero que possa ganhar um lugar nos seus corações", declarou o jogador, citado pelo site Futáfrica.com, inspirado em craques que estão na história da Serie A como Francesco Totti, Alessandro del Piero e Gabriel Batistuta.

Contratado após marcar ao... Chelsea

Salah realizou diversas exibições de qualidade em representação do Basileia, primeiro clube representado na Europa depois de sair do Egipto, a sua cidade natal, mas foram os golos marcados ao Chelsea que garantiram a assinatura do contrato por cinco temporadas e meia, num negócio que permitiu ao conceituado clube suíço o encaixe de 12 milhões de euros.

A 18 de Setembro de 2013, a contar para a prestigiada Liga dos Campeões, marcou um golo ao Chelsea, na vitória por 2-1, repetindo a proeza no triunfo por 1-0, três meses mais tarde. "Pelo menos, não vai marcar golos ao Chelsea", referiu, entre raros sorrisos, José Mourinho, na conferência de Imprensa para a apresentação de Salah.