Paços de Ferreira e Boavista abriram esta sexta-feira 13 a 25ª jornada da Liga NOS, uma jornada que se espera de emoções fortes. Os castores venceram os axadrezados por 1-0, com golo de penálti obtido por Manuel José já perto do fim da primeira parte do desafio. Deste golo obtido através da marca de grande penalidade resultou a expulsão do jogador do Boavista Tengarrinha, obrigando os pupilos de Petit a jogar toda a segunda parte com 10 jogadores. Com esta vitória, os comandados de Paulo Fonseca mantêm em aberto as suas aspirações no que diz respeito a garantir um lugar nas competições europeias da próxima época. Quanto ao Boavista, as suas aspirações pela permanência no principal escalão do Futebol português continuam intactas.

Mas esta jornada tem outros desafios que são aguardados com enorme expetativa. O prato forte da jornada é sem dúvida o confronto entre o Benfica e o Sporting de Braga. O conjunto orientado por Sérgio Conceição tem sido uma verdadeira "besta negra" para a equipa da Luz, tendo já vencido por duas vezes e em ambas começou a perder e acabou por dar a volta ao marcador. Num estádio que terá lotação esgotada, espera-se que os comandados de Jorge Jesus mantenham a vantagem que têm para o F.C. Porto e que traduzam na prática o favoritismo que têm em campo. O Braga, por sua vez, desloca-se ao Estádio da Luz não só a querer manter a distância pontual para o quinto classificado V. Guimarães (que recebe esta jornada no D. Afonso Henriques o V. Setúbal), como também espreita o terceiro lugar ocupado pelo Sporting, que terá uma difícil deslocação ao Estádio dos Barreiros para defrontar o Marítimo, que já derrotou em casa esta época o F.C. Porto.

Os melhores vídeos do dia

O Porto, por outro lado, tem um desafio com o Arouca que, do ponto de vista teórico, não trará grandes problemas à equipa de Lopetegui, bastante motivada depois do apuramento para os quartos-de-final da Champions League. Os dragões estarão principalmente atentos à performance do Benfica.

Espera-se, em todos os campos deste fim-de-semana, para além de emoções fortes, existam jogos sem polémica e que quem saia vencedor sejam o futebol e o desporto, o que em Portugal é, muitas vezes, difícil.