Muito provavelmente, quando ler estas linhas, já terá visto a grande penalidade que o jogador do Benfica, Romário Baldé, falhou na passada terça-feira, dia 17, no jogo dos quartos-de-final da UEFA Youth League contra o Shakhtar Donetsk. A Liga dos Campeões para juniores nem é das competições mais mediáticas, mas nas últimas horas tem-no sido, muito graças à desastrada tentativa do avançado "encarnado" de fazer um penálti "à Panenka". Para quem não sabe o que é, trata-se de uma forma de converter o castigo máximo através de um remate devagar, levando a bola a fazer um arco e entrar no meio da baliza, à medida que o guarda-redes, desamparado, se atira para um dos lados.

Publicidade
Publicidade

Pelo menos, seria assim no cenário ideal. Mas não foi isso que aconteceu ao jovem atacante.

Romário rematou a bola tão devagar que deu tempo ao guarda-redes ucraniano para se levantar e apanhar tranquilamente a bola, antes de esta cruzar a linha de golo. O controverso jogador ficou desconsolado, não conseguiu fazer mais nada bem durante o jogo e foi substituído. O Benfica concedeu o empate e acabou por perder… nas grandes penalidades. O público não gostou e brindou o avançado com palavras nada agradáveis (atitude reprovável, uma vez que se trata de um jovem de apenas 18 anos).

Romário Baldé anda estes dias nas bocas do mundo
Romário Baldé anda estes dias nas bocas do mundo

Mas quem não perdoou mesmo o atleta foi a internet e os meios de comunicação internacional.

Em Inglaterra, o The Guardian foi o mais benevolente. "Romário Baldé desolado após uma embaraçosa tentativa falhada de penálti à Panenka", titulou o jornal. O Metro foi mais duro: "Romário Baldé faz o pior Panenka de sempre, é substituído e vê a equipa perder - nos penáltis". O The Telegraph descreveu-o como "o pior penálti à Panenka de todos os tempos" e disse que Pirlo deveria ter marcado assim o penálti contra a Inglaterra no Euro 2012.

Publicidade

"Será este penálti à Panenka do jovem jogador do Benfica Romário Baldé o pior de sempre?", questionou o Daily Mail. "O guarda-redes teve tempo suficiente para se atirar para o lado errado e voltar a defender o remate", ilustrou o periódico.

O resto da Europa também se riu à custa do azar alheio. Em Espanha, jornais como a Marca ou o Mundo Deportivo referiram-se ao penálti como "o pior Panenka da história". O mesmo aconteceu com meios de referência italianos (Tuttosport), franceses (20 Minutes), holandeses (De Telegraaf) e em sites belgas ou romenos.

O feito ultrapassou mesmo as barreiras da Europa e chegou à Nova Zelândia, graças ao New Zealand Herald, a África, via Afrik Foot e aos Estados Unidos. Do outro lado do Atlântico, o falhanço foi notícia, por exemplo, na Fox Sports, na Fusion (canal de televisão para público hispânico) ou no Bleacher Report.

Leia tudo e assista ao vídeo