Numa manhã de Futsal que mereceu honras de transmissãotelevisiva na RTP1, o Benfica venceu o Sporting por 2-1, em jogo referente àmeia-final da Taça de Portugal de Futsal. Num derby marcado pelo equilíbrio entre as duas equipas, o Benfica revelou-se maiseficaz e carimbou a passagem para a final, onde amanhã (3 de Maio) defronta ovencedor do jogo entre a AD Fundão (vencedor do troféu na época passada) e o Módicus Sandim.

No Pavilhão Multiusos de Sines, palco desta Final Four, os encarnados entraram maisfortes e, quando muitos dos adeptos aindanão se tinham instalado, Patias inaugurouo marcador com um grande golo.

Nasequência de um canto, o italiano fuzilou Cristiano, com um remate ao ângulo superiorque deixou o guarda-redes sem tempo para reagir. Nos minutos seguintes o guardião leonino evitou o segundogolo num par de ocasiões e o Sporting, numa fase em que até sentia mais dificuldadesem chegar à baliza de Juanjo, acabou por empatar na primeira grandeoportunidade de que dispôs. Também na sequência de um canto, Diogo aproveitou uma sobra para rematarrasteiro para o fundo da baliza do Benfica, fazendo o 1-1.

Com o resultado novamente empatado, o equilíbrio começou a reflectir-semais intensamente dentro da quadra, o que acabou por travar a espectacularidadevivida nos primeiros 10 minutos de jogo. As ocasiões de golo foram sendo menos,destacando-se um remate de Ré (Benfica), a segundos do intervalo, que obrigou Cristiano amais uma enorme defesa.

Nos primeiros minutos da etapa complementar manteve-se omesmo registo, com ambas as equipas a arriscarem menos, com o receio de seexpôr às transições ofensivas do adversário.

Sinal mais, no entanto, para oBenfica, que esteve perto de marcar num lance onde Cristiano e os jogadores doSporting fecharam a baliza e impediram o golo. À passagem do minuto 30, Cristiano voltou a brilhar, negandonovamente o golo a Ré já em cima da linha de golo.

O Sporting ia criando perigosobretudo nas bolas paradas, uma fase do jogo muito bem trabalhada pelos comandadosde Nuno Dias. No entanto, numa distracção dos leões, Alan Brandi ganhou espaço nocorredor central e atirou para o 2-1, desequilibrando novamente a balança afavor das águias.

A seis minutos do final, o Sporting fez entrar Alex comoguarda-redes avançado e, até ao fim do jogo, esteve várias vezes perto doempate, acabando por pecar sempre na conclusão das múltiplas ocasiões criadaspela superioridade numérica do 5x4. A dois segundos do fim, num lance ondeficam algumas dúvidas, Juanjo terá conseguido tirar a bola quando esta estavamuito perto de cruzar a linha de golo, assegurando a passagem dos encarnados à Final emantendo o registo de invencibilidade do Benfica nesta época.

Ficha de Jogo:

Meia-Final da Taça de Portugal de Futsal

Pavilhão Multiusos de Sines

Benfica 2 – 1 Sporting

Golos: Patias (2’)e Alan Brandi (32’); Diogo (8’)

Benfica (5 inicial):Juanjo, Gonçalo Alves (C), Bruno Coelho, Rafael Hemni e Patias

Suplentes: Bebé, Cristiano, Chaguinha, Bruno Pinto, Xande,Alan Brandi, Ré e Jefferson

Treinador: Joel Rocha

Sporting (5 inicial):Cristiano, João Matos (C), Djo, Alex e Diogo

Suplentes: André Duarte, Varela, Pedro Cary, Caio Japa,Cássio, Miguel Ângelo, Fábio Aguiar, Fábio Lima

Treinador: Nuno Dias

Árbitros: EduardoCoelho e Nuno Bogalho

Disciplina: Cartãoamarelo para Hemni (18’), Caio Japa (27’) e Chaguinha (39’)

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo