Anúncio
Anúncio

O Sporting anunciou nesta sexta-feira, dia 15 de Janeiro, a rescisão de contrato com o lateral-direito Pedro Spínola. Após uma contratação polémica, quando o jogador deixou o rival FC Porto para assinar com os "leões", a saída acontece pouco depois e em contornos que prometem alguma controvérsia. Em comunicado, o Sporting oficializou apenas  a "revogação da ligação contratual" com o atleta Pedro Spínola, o que acontece uma época e meia após a chegada, numa passagem em que o jogador não acrescentou nenhum título ao seu palmarés. 

Aos 32 anos, o internacional português fica assim livre para assinar por outro clube ou poderá mesmo fazer um interregno até ao final da temporada.

Certo é que a sua ligação com o Sporting fica por aqui. 

Spínola era um dos jogadores mais influentes no FC Porto, onde ajudou a equipa a chegar ao hexacampeonato. Deixou o clube azul e branco em 2014, após uma época triunfal que lhe valeu ainda a distinção da EHF, que o reconheceu como integrante do sete ideal da Liga dos Campeões de Andebol

Com alguma surpresa, o jogador não renovou com o FC Porto, saindo para o grande rival Sporting.

Advertisement

O facto é que ao serviço dos "leões" não conseguiu manter os mesmos índices e sai sem ganhar nenhum título. Terminou a última época no segundo lugar da classificação, atrás do FC Porto. Uma situação que se vai repetindo nesta primeira fase da época, em que o Sporting vai dividindo a segunda posição com o Benfica, mas já a seis pontos do líder FC Porto. 

Apesar da rescisão ter apanhado todos de surpresa, o Sporting deixou, no curto comunicado, votos de sucessos futuros ao "camisola 31". "A Pedro Spínola, o Sporting Clube de Portugal deseja os maiores sucessos pessoais e profissionais", pode ler-se no comunicado publicado no sítio oficial do clube. 

Formado no Centro Cultural Recreativo Alto Moinho, da Associação de Andebol de Setúbal, Spínola destacou-se no Belenenses, clube que representou por cinco épocas.

Advertisement
Os melhores vídeos do dia

Viveu os momentos mais altos da carreira (até agora) ao serviço do FC Porto, onde conquistou cinco campeonatos, uma supertaça e uma taça da liga, em cinco épocas (2009-2014).