Sendo apenas em Março de 2017, as eleições no Sporting CP começam cada vez mais a estar na ordem do dia do universo sportinguista. Se por um lado muitos não gostam do estilo do actual presidente, Bruno de Carvalho, por outro lado, caso os resultados no Futebol continuem a não ser os desejados, poderá haver espaço para uma alternativa à actual liderança e, entre os muitos nomes já avançados, o nome de João Benedito parece ser o que reúne mais consensos.

Bruno de Carvalho surgiu como presidente do Sporting CP, sucedendo a Godinho Lopes e optando por uma presidência enérgica, abrindo frentes de hostilidade em todos os sentidos.

Paralelamente conseguiu contratar Jorge Jesus ao eterno rival SL Benfica e, com isso, conseguiu que o Sporting se tornasse mais credìvel em termos de resultados e que diminuísse o fosso da sua equipa na luta pelo campeonato.

Apesar disso, desde logo muitos não gostaram do estilo e, se ainda hoje o actual presidente parece ter um largo consenso entre os sportinguistas, começa de dia para dia a notar-se um crescente movimento de pessoas descontentes, não só com o estilo, mas também com os resultados. Se é certo que a equipa apresenta claras melhorias em relação à última década, muitos defendem que isso se deve exclusivamente ao trabalho de Jorge Jesus e ao investimento forte que tem sido feito. É que para além de o Sporting hoje parecer mais forte, o certo é que o clube continua longe dos títulos, o que parece fazer crescer uma frente de oposição em Alvalade.

Vídeos destacados del día

Dos muitos nomes que já foram lançados na comunicação social, esta semana um parece ganhar mais força: João Benedito. Lenda do Futsal do Sporting CP, o antigo jogador e funcionário do clube parece reunir o perfil que muitos pretendem para o futuro do Sporting. Neste sentido, esta semana foi lançada uma página no facebook, designada Benedito 2017.

Não sendo o autor da página, o ex-atleta parece não ter impedido a sua criação e, quando contactado pela imprensa a respeito da mesma, preferiu não tecer comentários. Uma coisa é certa: o seu nome parece estar mesmo em cima da mesa e os próximos tempos poderão ser decisivos para a tomada de posição de avançar ou não para uma candidatura à presidência do Sporting CP.