Cristiano Ronaldo foi apresentado esta semana como novo jogador da Juventus. Depois de nove temporadas ao serviço do Real Madrid, o internacional português disse sentir-se motivado para mais um desafio. Recebido com muito carinho por todos, na Itália, o jogador acredita que tomou uma boa decisão. A liga italiana vai receber um dos melhores jogadores do mundo da última década, e todos acreditam que Ronaldo vai continuar a sê-lo por mais uns bons anos. O discurso de Cristiano foi também ambicioso e motivador: ele falou de Messi, da Bola de Ouro, e também relembrou, mas com algum distanciamento, o seu passado no Real Madrid.

Ronaldo já mexe com o campeonato italiano

Cristiano Ronaldo chega a Turim com grande expectativa.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal news

A verdade é que, nos últimos anos, o campeonato italiano perdeu algum fulgor para outras provas, como a espanhola e a inglesa. No entanto, Ronaldo espera devolver o misticismo à Serie A italiana.

E é certo que já estão a acontecer algumas mudanças. O entusiasmo em torno da prova cresce e já todos falam na nova Juventus.

A equipa de Turim vem de ganhar os últimos sete campeonatos e, por isso, os adeptos esperam mais do que isso para o próximo ano, especialmente quando chega o maior especialista da história da Liga dos Campeões. Cristiano Ronaldo é o melhor marcador da prova da UEFA, que já conquistou por cinco vezes, as últimas três de forma consecutiva, um registo impressionante que o avançado espera aumentar.

A conferência de imprensa de Cristiano demorou pouco mais de meia hora e contou com a presença de alguns familiares e amigos, além dos muitos jornalistas. O capitão da seleção portuguesa não se esquivou a nenhuma pergunta, incluindo os temas mais apetecíveis.

Juventus 'foi uma decisão fácil'

Para muitos, deixar o Real Madrid seria uma decisão impensável, por se tratar de um dos maiores clubes do mundo.

Os melhores vídeos do dia

Porém, para Cristiano, a sua etapa no clube estava cumprida. E a decisão foi fácil, disse o jogador. Ronaldo contou que não foi difícil escolher "uma das melhores equipas do mundo." O internacional português contou que não espera facilidades no campeonato italiano, por se tratar de "uma liga muito difícil, muito tática", mas que era seu desejo arriscar e experimentar outras coisas nesta etapa da sua carreira.

Apesar de ter 33 anos, Cristiano diz que está longe de acabado. O jogador contou que, ao contrário de outros jogadores da sua idade, nunca pensou em sair para a China ou para o Catar. Pelo contrário, Cristiano diz que escolheu a Juventus para "continuar a crescer", acreditando que este passo o vai "tornar maior."

Ainda sobre a Juventus, ele não escondeu que pensa em conquistar a Liga dos Campeões. A acontecer, iria conseguir fazê-lo em três equipas diferentes, depois de Manchester e Real Madrid.

Cristiano disse que Madrid 'não vai chorar' por ele

Sobre o Real Madrid, Cristiano não se mostrou dececionado, e disse que também não acredita que os adeptos tenham "ficado a chorar" por ele, concluindo rapidamente o tema.

"Fiz uma história brilhante no Real Madrid, que me ajudou em tudo, mas é passado. Agora, começo uma nova etapa", revelou o craque, citado pelo jornal AS. De acordo com o jornal espanhol Marca, Cristiano teria demonstrado um sentimento "mais frio" quando se referiu ao Real Madrid.

A Bola de Ouro e a rivalidade com Messi

Durante nove anos, Cristiano Ronaldo viveu a rivalidade mais de perto com Leo Messi. Os dois melhores do mundo da última década coincidiram na mesma liga, mas agora as trajetórias separam-se novamente. Messi continua no Barcelona de sempre, e Ronaldo parte para nova aventura. Sobre a rivalidade, Ronaldo evitou as comparações: "Eu não tenho rivalidades contra jogadores, nunca tive", disse o jogador. "Foi um desafio bonito, se queres entrar por aí com o Messi. Acho que todos vocês gostam e foi interessante, mas eu não via como uma rivalidade. Cada um defende as suas cores", sublinhou. "Eu vou defender as minhas. E por isso, no final das contas, veremos quem são os melhores."

Cristiano ganhou a primeira Bola de Ouro ainda no Manchester United, e quatro mais ao serviço do Real Madrid. Agora, espera ganhar também com a Juventus "se as coisas correrem bem."