Cristiano Ronaldo está mais perto de rumar a uma nova aventura estrangeira, segundo as notícias que estão a ser avançadas pela imprensa italiana. O diário desportivo Tuttosport noticia que estão a decorrer negociações para a transferência do galáctico internacional português do Real Madrid para a Juventus, o campeão Italiano. O jornal fala de um salário anual de 30 milhões de euros caso a transferência se concretize, num contrato com duração até 2022.

Ronaldo já admitiu que a Juventus é um clube que admirava quando era pequeno, o que pode indicar que a possibilidade de trocar o Real Madrid pelo campeão italiano será do agrado do melhor do mundo.

Tornar-se campeão e vencedor da Liga dos Campeões por clubes de três países diferentes poderá ser algo extraordinário, ao alcance de Cristiano Ronaldo se o acordo for em frente.

Uma possibilidade aliciante

A Juventus conseguiu chegar à fase final da Liga dos Campeões na última temporada e este pode ser um facto preponderante na decisão de Cristiano Ronaldo, já que o jogador poderá ver aí a oportunidade única de alcançar novos recordes. Encontrará um clube estável e que, tal como ele, ambiciona alcançar o trofeu máximo europeu a nível de clubes.

A bota de ouro é outro troféu que poderá alcançar, visto que tem mantido a sua veia goleadora intacta. Isso mesmo foi evidente na fase final do Campeonato do Mundo, onde marcou quatro golos em três jogos.

Caso a transferência se concretize, Ronaldo irá reencontrar – e possivelmente formar dupla no ataque – com um jogador seu conhecido e antigo colega no Real Madrid, Gonzalo Higuaín.

Os melhores vídeos do dia

Jogar até aos 40

Apesar dos seus 33 anos, o capitão da Seleção portuguesa mantém um alto rendimento e desempenho físico. Anteriormente, Ronaldo indicou a possibilidade de jogar futebol ao mais alto nível até aos 40 anos, algo que é pouco comum no desporto-rei.

Há três anos, foi veiculada a informação de que Cristiano Ronaldo teria a intenção de terminar a carreira num grande clube da Major League Soccer, nos Estados Unidos, algo que por enquanto não sucederá se a Juventus conseguir contratá-lo.

As negociações, encabeçadas pelo empresário Jorge Mendes, parecem bem encaminhadas, sendo já conhecidos os valores totais do negócio: os 30 milhões de euros por ano são cinco a mais que a proposta de Madrid, gerando 120 milhões nos quatro anos de contrato. O que falta saber é quanto a Juventus estará disposta a pagar pela transferência, já que terá oferecido até 280 milhões de euros – um valor muito abaixo dos mil milhões da cláusula de rescisão. O Real Madrid de Florentino Pérez já terá, no entanto, demonstrado a intenção de baixar o valor da cláusula de rescisão, para facilitar a saída de CR7.