A França foi campeã do mundo de futebol, no último domingo, 15 de julho, mas as celebrações continuam. Os jogadores continuam em grande destaque na imprensa mundial, e agora surgiram novas imagens dos campeões. No entanto, as imagens não são da final, mas de um dos momentos de viragem, que permitiu que esta equipa avançasse na prova. Foi quando os franceses eliminaram a Argentina de Leo Messi, nos oitavos-de-final, que melhor se percebeu que esta equipa estava na Rússia com excelentes argumentos.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal news

Paul Pogba teve um discurso bastante aceso antes do jogo, como foi revelado na televisão francesa esta quarta-feira.

Pogba com discurso inspirador contra a Argentina, de Messi

Antes da partida, e ainda no balneário, o médio francês do Manchester United incentivou os seus colegas, de uma maneira bastante própria.

É que em alguns momentos, o craque francês puxou mesmo do calão, e usou um discurso algo violento, mas apenas para motivar os seus colegas, e não para apelar a jogadas fora da lei. "Nós vamos matar aqueles argentinos, com Messi ou sem Messi, eu não quero saber", disse Pogba, em determinado momento, acreditando que a sua equipa estava pronta para vencer os finalistas do campeonato do mundo de 2014.

Pogba e toda a seleção sabiam que a Argentina não aparentava estar tão forte, como há quatro anos, mas eles temiam a seleção de Messi. Afinal, o argentino estava presente, o que aumenta sempre o grau de dificuldade, mas também, pela história de toda a seleção, acostumada a fazer grandes provas. Apesar disso, Pogba não quis demonstrar medo, mas antes encorajar os seus colegas com um discurso fervoroso, que está agora a correr redes sociais como o Twitter.

Os melhores vídeos do dia

“Quero ver-vos a todos como guerreiros no campo. Não vou para casa hoje, quero que festejemos no final. Vamos morrer no relvado ou vamos matá-los. Com Messi ou sem Messi, não quero saber. Nós vamos ganhar este Campeonato do Mundo!”, garantiu Pogba aos seus colegas.

O vídeo só agora foi revelado, e mostra um Pogba muito entusiasmado. No entanto, no final do jogo, as palavras do craque foram de total respeito, quando falou sobre Messi. "Todos nós sabemos que jogamos contra o melhor jogador do mundo, há dez anos que eu o vejo e aprendo com ele. O Messi faz-me amar o futebol", disse Pogba à TYC Sports.

França bateu Argentina no caminho para o título

A verdade é que depois do discurso de Pogba, a seleção francesa conseguiu mesmo vencer a Argentina, seja isso causa ou coincidência.

A equipa de Didier Deschamps mostrou-se realmente mais forte do que o rival argentino, que até esteve a vencer no segundo tempo, mas foi a França a seguir em frente para os quartos-de-final. Num encontro emocionante, começou melhor a França, quando Griezmann converteu uma grande penalidade, a castigar uma falta sobre Kylian Mbappé, o homem do jogo. Depois, Argentina deu a volta o marcador, com golos de Di María e Mercado, mas a França voltou a elevar-se.

Pavard foi o primeiro a empatar, e depois foi Mbappé, que estava endiabrado, a virar o resultado para os 4-2. Perto do final, Aguero deu esperança à Argentina, ao reduzir para 4-3, mas a seleção sul-americana acabou mesmo eliminada num dos melhores jogos deste Mundial. A França seguiu, então, para os quartos-de-final. Depois, vitórias sobre o Uruguai, Bélgica e Croácia permitiram o triunfo final. E os franceses sagraram-se campeões do mundo, vinte anos depois de o terem conseguido pela primeira vez, em 1998.