A Argentina foi eliminada nos oitavos-de-final do campeonato do mundo e a geração que para muitos seria de ouro continua a falhar as grandes conquistas. Leo Messi esteve na seleção que foi campeã do mundo de sub-20 e também campeã olímpica. Anos depois, o jogador e os seus colegas chegaram a três finais consecutivas (duas da Copa América e uma no Campeonato do Mundo), mas sem conseguir vencer nenhuma delas. Esperava-se muito desta seleção da Argentina, mas ainda não foi possível e na Rússia viu-se uma equipa muito longe do seu melhor. Carlos Tevez, um dos nomes grandes da Argentina, comentou a prestação da sua seleção e deixou um pedido emocionado à grande estrela da companhia.

"Precisamos dele", disse Tevez, em entrevista à ESPN.

Messi continua sem vencer com a seleção

Leo Messi continua sem conseguir levar a sua seleção a um grande título sénior. Para muitos, ele é o melhor jogador do mundo há vários anos, mas não consegue conquistar uma grande prova com a Argentina, o que o deixa desiludido a ele e a todos no seu país. O jogador já renunciou à seleção uma vez e muitos temem que ela possa fazê-lo novamente, mas agora em definitivo.

Aos 31 anos, Messi sente dificuldades em lidar com toda a pressão que lhe colocam na seleção, e tudo se agrava quando as coisas não correm tão bem. Na Rússia, voltou a acontecer. A Argentina foi considerada favorita, apesar dos resultados recentes não indiciarem nada de bom. Porém, e porque tinha Messi, esperava-se muito dos finalistas de 2014, mas a equipa acabou por cair contra a França nos oitavos-de-final.

Os melhores vídeos do dia

Pior do que a derrota, muitos argentinos temem que Messi renuncie definitivamente à seleção. E Carlos Tevez, ex-jogador do emblema argentino, pediu a Lionel Messi para não se retirar do futebol de seleções, apesar da prova menos conseguida da Argentina na Rússia. Foi uma campanha para esquecer para Messi e para a Argentina, que foram eliminados pela campeã França.

O treinador Jorge Sampaoli foi o primeiro a cair, após um torneio muito atribulado da Argentina. A equipa começou com um empate a um golo com a Islândia, e uma derrota por 3-0 contra a Croácia deixou a Argentina à beira de uma eliminação humilhante. No entanto, a equipa salvou-se com uma vitória sobre a Nigéria (2-1) e, nos oitavos-de-final, as fragilidades defensivas pesaram contra a seleção francesa, que ganhou por 4-3.

Tevez quer Messi na seleção

Agora, Carlos Tevez partilhou o seu pensamento numa entrevista à ESPN. Ele quer que a Argentina faça de tudo para segurar Messi na seleção e também para o ajudar a ter sucesso na equipa.

"Estamos a perder muito tempo, por não o termos feliz e por não sermos capazes de lhe dar a mão para atingir esse objetivo. Acho que estamos a errar, por não sermos capazes de ajudá-lo a sentir-se confortável", disse Tevez, à ESPN, antes de deixar um pedido ao amigo para que continue na seleção: "Como jogador e como argentino, eu digo ao Messi que precisamos dele."

Carlitos Tevez espera que Messi aproveite agora para "descansar, manter a cabeça fria e tentar recuperar", porque depois, a seleção precisa dele, novamente: "Precisamos que ele assuma a equipa e esteja em campo."

Agora, o próximo passo desta seleção é encontrar um treinador que substitua Sampaoli. Para Tevez, José Pekerman é o homem certo para esta equipa, e ele espera ver o antigo treinador regressar ao comando da Argentina brevemente.