N'Zigou Shiva, um ex-jogador de futebol que atuou no campeonato francês e na seleção do Gabão, fez uma revelação completamente inesperada. O antigo futebolista confessou, num vídeo, que o pai matou a mãe em forma de ritual espiritual. A ideia seria sacrificar a progenitora para que o filho tivesse sucesso no futebol. Certo é que a confissão está a gerar grande polémica internacional e a notícia está a ser partilhada pelos meios de comunicação de todo o mundo, uma vez que se trata de um caso muito bizarro.

Fez carreira na França e no Gabão

N'Zigou Shiva nasceu no Gabão mas fez carreira em França. Começou no Nantes, com 16 anos, na equipa B, mas cedo começou a jogar também na equipa A e por lá continuou pelas temporadas seguintes, até 2004.

Sabe-se agora que o jogador mentiu sobre a idade, retirando cinco anos quanto à sua verdadeira data de nascimento: ele revelou que tinha 21 anos quando começou a carreira e não os 16 que havia afirmado.

Tem também passagens de destaque pelo Reims e por outras equipas menores. De acordo com os dados do portal zerozero.pt, tem também 11 internacionalizações ao serviço da seleção do Gabão, tendo jogado ainda a CAN (Taça das Nações Africanas), em 2000.

Não se pode dizer que Shiva não teve uma carreira de sucesso, até porque chegou a profissional do futebol, mas para um avançado, os números apresentados são bastante modestos. O jogador até acabou a carreira muito cedo, em 2015, quando já atuava em equipas de divisões inferiores.

Confissão assustadora de 'sacrifício'

O jogador saltou para a ribalta após ter feito as polémicas revelações.

Os melhores vídeos do dia

N'Zigou Shiva está agora muito ligado à igreja evangélica e partilhou a sua história com a sua comunidade. A revelação foi filmada e o vídeo está agora disponível no YouTube e demais redes sociais.

Shiva quis contar à comunidade qual a importância de Deus na sua vida, mas a história acabou por ser a mais assustadora possível. "A minha mãe está morta, e eu quero confessar que ela foi sacrificada", disse o ex-jogador do Nantes, numa revelação perturbadora.

Depois, o antigo futebolista explicou as razões que levaram o seu pai a "sacrificar" a sua mãe, para que a sua carreira "descolasse", numa fase em que ele disse que não estava a ter muita sorte, com os contratos que estava a assinar. "O meu pai fez isso para que o espírito da minha mãe me ajudasse a melhorar a minha carreira no futebol", contou o jogador, apesar de garantir que tentou impedir o pai.

N'Zigou Shiva disse que pediu ao pai para que não o fizesse, mas ele avançou na mesma para o referido "sacrifício", que estaria inserido nesse bizarro ritual.

A confissão foi gravada neste mês de Agosto e recuperada pelo jornalista gabonês, Freddhy Koula, que partilhou o vídeo na sua conta do Twitter e que agora se tornou viral, nas redes sociais, com muitas pessoas a comentarem.

Sem dúvida que esta é a parte mais polémica da confissão de N'Zigou Shiva, mas a história tem ainda mais alguns pormenores estranhos, incluindo alguns relacionamentos íntimos incestuosos com uma tia e uma irmã. Ele também confessou uma relação homossexual com um amigo, que teria durado muito tempo.