Sergio Ramos está muito motivado para mais uma temporada com o seu Real Madrid. O capitão de equipa sabe bem dos desafios que aí vêm, numa equipa que mudou muito de uma época para a outra. O Real pode partir um bocado a medo, até porque perdeu o treinador Zidane e ainda a maior estrela dos últimos anos, Cristiano Ronaldo. Na conferência de imprensa de antecipação do jogo da Supertaça Europeia, Sergio Ramos abriu o livro: falou sobre a prova, mas também sobre o novo Real, sem esquecer a saída de Cristiano Ronaldo e tudo o que tem sido dito sobre a sua inesperada saída, incluindo as declarações do jogador.

Cristiano Ronaldo na Juventus

Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid no início deste mercado de transferências e, desde aí, muito tem sido falado sobre essa decisão.

Certo é que a Juventus pagou 100 milhões de euros pelo internacional português e que o Real Madrid aceitou a sua saída. Agora, Cristiano Ronaldo vive uma nova fase da sua vida e parece mais feliz do que nunca. Parece feliz e não tem qualquer problema em revelá-lo.

Recentemente, Cristiano revelou à Juventus TV que se "sente em casa" na Juve, e que sente que todos no clube, de adeptos a direção, são "como uma família", salientando ainda que "este clube é diferente".

Sergio Ramos responde às declarações de CR7

Ora, essas palavras não caíram bem junto de todos e foi sobre isso, precisamente, que Sergio Ramos foi chamado a comentar. E o defesa central diz que não entende o que o ex-colega pretendia dizer com isso, até porque, na sua opinião, no Real são todos uma família. "Aqui nós sempre nos sentimos uma família", começou por dizer o capitão de equipa, revelando que se não se tratasse de um grupo tão unido, o Real jamais teria conseguido ganhar três Ligas dos Campeões consecutivas.

Os melhores vídeos do dia

Sobre a saída de CR7, o espanhol confessa que é uma perda importante para a equipa, pelo jogador que Ronaldo foi no Real e por tudo que ele acrescentava, mas acabou pro tentar desvalorizar um bocado: "Não é por isso que vamos parar de vencer, o clube está acima de todos os jogadores, mesmo jogadores emblemáticos como ele, o Real Madrid não vai deixar de ganhar por isso."

Cristiano Ronaldo e Zidane saíram e o Real dá agora os primeiros passos com Lopetegui e um modelo que será mais à sua medida. No entanto, a motivação é a mesma de sempre. "A mentalidade é mais importante do que o talento individual", revelou Ramos, convencido que este Real será tão ambicioso e combativo como sempre, mesmo que não conte com os mesmos intervenientes do passado.