O Real Madrid começou da pior maneira a nova temporada. Sem Zinedine Zidane e sem Cristiano Ronaldo, o clube madrileno inicia uma nova fase com um novo treinador, Julen Lopetegui, e um modelo diferente na equipa. O primeiro teste a valer foi contra o Atlético de Madrid para a Supertaça Europeia, e o resultado não foi animador. Uma derrota por 4-2 lembrou o presidente Florentino Pérez que esta equipa poderá sentir mais a falta de Ronaldo do que ele esperaria. Por isso, jornais espanhóis como o Diario Gol ou Don Balón vão adiantando os nomes dos avançados que a direção do Real tem em agenda.

E são nomes mais e menos sonantes, como os tão falados Harry Kane, Mauro Icardi e Robert Lewandowski, mas também nomes como Mariano Diaz ou Timo Werner, apostas aparentemente mais arriscadas.

A preferência de Lopetegui será Rodrigo Moreno, que conhece bem da seleção.

Certo é que o Real não vai querer apenas Karim Benzema para liderar o ataque, e até ao final do mês de agosto, a equipa campeã europeia ainda deverá conseguir juntar mais algum avançado a este ataque, que não conta mais com Cristiano Ronaldo. O internacional português, de 33 anos, foi para a Juventus e uma nova era começa agora em Madrid.

Avançados na agenda

O Real Madrid pretende contratar um avançado, mas prende-se agora com um problema que tem assolado várias equipas. O mercado mudou muito e os jogadores têm preços muito inflacionados. De acordo com o site Don Balón, os jogadores mais acessíveis que o Real poderia conseguir seriam Rodrigo Moreno, do Valência, ou Mauro Icardi, do Inter de Milão, mas nenhum deles custaria menos do que 100 milhões de euros, o que é um valor muito elevado.

Os melhores vídeos do dia

Para comparação, foi esse o preço que o Real recebeu por Cristiano Ronaldo, eleito o melhor jogador do mundo em 2017. Talvez por isso, Florentino continue a pensar na possibilidade de pagar bem mais, mas por um jogador mais credenciado e com maior nome no mercado. Nesse sentido, nomes como Harry Kane ou Robert Lewandowski ainda não foram totalmente descartados, apesar das dificuldades que se reconhecem para os negócios.

Tanto o inglês do Tottenham com o o polaco do Bayern poderiam custar mais de 200 milhões de euros. Situação ainda mais complicada para o caso de Harry Kane, uma vez que o mercado inglês já encerrou e não será expectável que o Tottenham possa vender a sua maior estrela sem ter contratado ninguém para suprir essa baixa. Um outro nome que continua a soar como um dos favoritos de Florentino Pérez é Edison Cavani, avançado uruguaio do PSG.

Os favoritos de Lopetegui

De acordo com o Diario Gol, o favorito de Julen Lopetegui seria de perfil mais baixo do que os galácticos interessam mais a Florentino Pérez.

No primeiro lugar da lista está Rodrigo Moreno, o avançado de 27 anos do Valência que o treinador espanhol conhece bem da seleção. Timo Werner, o alemão do Leipzig, também estaria entre os favoritos do treinador, por se tratar de um jovem jogador mas já com provas dadas, inclusive na seleção germânica. Aos 22 anos, o jogador vem de uma temporada promissora na Bundesliga (21 golos em 45 jogos).

Mariano Díaz também agrada a Lopetegui. O jogador que Zidane descartou na última temporada poderia estar de regresso, depois de um bom ano na Ligue 1. Ao serviço do Lyon, marcou 21 golos em 45 jogos, e valorizou muito. O Lyon pagou 8 milhões por ele, mas não estaria disposto a cedê-lo, um ano depois, por menos de 80 milhões de euros.