Cristiano Ronaldo deu uma entrevista muito reveladora à revista France Football. Em vésperas de ser anunciado o vencedor da Bola de Ouro, a revista que entrega o prestigiado prémio esteve à conversa com o atual detentor do troféu. E Cristiano mostrou-se muito revelador sobre os mais variados temas. No entanto, foi a sua saída do Real Madrid o assunto que voltou a levantar maior debate. Afinal, poucos imaginavam que o internacional português de 33 anos tomasse esta decisão, que o agora jogador da Juventus explica e quase culpa o presidente do Real Madrid por isso. "Ele só olhava para mim como uma relação comercial", disse o jogador português, que se mostra bastante sentido com o tratamento dispensado pelos de Madrid, especialmente na figura de Florentino Pérez.

Cristiano admite relação tensa com Florentino

Cristiano Ronaldo revelou à France Football que uma rutura no seu relacionamento com o presidente do Real Madrid, Florentino Perez, foi o motivo que contribuiu para que ele deixasse o clube. O alegado desinteresse crescente do presidente pelo astro da equipa fez Ronaldo pensar na sua situação no clube.

Cristiano começou a sentir, em Madrid, que era apenas mais um na equipa e já não se sentia "o Cristiano Ronaldo", como nos primeiros quatro ou cinco anos em que passou pelo clube madrileno. O jogador sentia que, caso tivesse uma proposta, Florentino não lhe fecharia a porta de saída. E assim aconteceu.

Quando a Juventus avançou com a proposta de 100 milhões de euros pelo internacional português, ninguém no Real se impôs à transferência, que levou o jogador para Turim, onde se mostra muito feliz.

Os melhores vídeos do dia

"Eu sentia isso, o que ele me dizia nunca vinha do coração", contou Ronaldo sobre Florentino Pérez, nos seus últimos tempos em Madrid, antes de acrescentar que: "O presidente olhava-me com outros olhos, que não queriam dizer a mesma coisa, como se eu já não fosse indispensável para eles, se é que vocês entendem o que quero dizer".

Ronaldo nega ter saído 'por dinheiro'

Apesar de tudo, Cristiano revela que escolheu a Juventus, que teve essa possibilidade de optar por um clube que lhe disse muito. O jogador nega ter saído doo Real por dinheiro, até porque teria outras propostas muito mais valorosas. No entanto, o craque escolheu a Juve, porque o valorizou e, desde o início das negociações, o clube italiano teria demonstrado interesse verdadeiro pelo jogador. "Na Juventus, eles queriam-me de verdade. Eles disseram-me isso e deixaram sempre bem claro que me queriam", contou o astro português.

Ronaldo teria sentido logo que ali, em Turim, seria valorizado. "Se tudo tivesse sido por dinheiro, eu teria ido para a China, onde estaria a ganhar cinco vezes mais do que aqui [na Juventus] ou no Real".

A verdade é que as coisas correm-lhe bem e, em doze jogos pela Juventus, até agora, o internacional português já marcou sete golos, e está a ser determinante na excelente temporada da Juve, que é líder da Serie A italiana, com 28 pontos e uma vantagem de seis pontos sobre o segundo classificado.

Os italianos também lideram o grupo da Liga dos Campeões, só com vitórias.