O Barcelona continua a atravessar uma fase muito complicada. A equipa de Ernesto Valverde começou bem a temporada, conquistou logo a supertaça da Espanha contra o Sevilha, mas soma agora uma série de maus resultados. Dos últimos 12 pontos, o Barça conquistou apenas três, resultado de três empates e uma derrota em quatro jogos do campeonato espanhol.

Na Liga dos Campeões, as coisas correm melhor e a equipa já averbou duas boas vitórias: em casa, contra o PSV (4-0), e em Londres contra o Tottenham (2-4). Porém, é no campeonato que a crise se sente mais, e o Barça já caiu para a segunda posição, atrás do surpreendente Sevilha, que está a recuperar.

Quem não está a gostar nada do que se passa é Leo Messi, que de acordo com o site Don Balón até já terá uma 'lista negra' de possíveis saídas do Barça em janeiro. O português Nélson Semedo é um dos nomes na lista.

Barça em dificuldades no campeonato

O Barça está em dificuldades neste campeonato, e Leo Messi vai elevando a equipa da mediocridade. O jogador argentino soma números brutais. Em onze jogos oficiais (campeonato, Champions e supertaça), o camisola 10 do Barça já marcou 11 golos e fez 5 assistências para golo, participando diretamente em 16 dos golos da equipa na temporada.

No entanto, é na Liga dos Campeões que Messi está mais destacado. Em dois jogos, já fez cinco golos e foi eleito, nas duas semanas, o melhor jogador da ronda, sobressaindo a todos os outros jogadores que estão a fazer a prova.

Os melhores vídeos do dia

O craque prometeu no início da temporada que queria ganhar a Champions este ano, e ao que se vê está mesmo com 'fome' da prova europeia.

Apesar da sua vontade, Messi sabe que não será fácil e, no final do jogo com o Tottenham, deixou o aviso: "Para lutar pela Liga dos Campeões, é preciso ser bom também no campeonato". E Messi sabe que alguns dos seus colegas não estão no topo das suas performances, o que tem custado estes resultados recentes no campeonato.

Em oito jogos do campeonato, o Barça venceu apenas os quatro primeiros e tem só 15 pontos, muito pouco para o normal da equipa. É certo que o Barça ainda não perdeu muita distância, porque a liga espanhola está a começar de forma muito atípica. O Real Madrid de Lopetegui também está em dificuldades e o Atlético também não começou nada bem, estando agora a recuperar. Já o Sevilha começou mal, mas perante toda esta instabilidade assumiu a liderança, depois de arrancar excelentes resultados nos últimos jogos.

Com tudo isto, o Barça perdeu nove dos últimos doze pontos, mas continua à distância de apenas um ponto para o líder Sevilha, que é, curiosamente, o seu próximo adversário no campeonato.

E aí, as coisas começam a doer para a equipa de Valverde.

Jogadores que podem sair em janeiro

Segundo o Don Balón, Messi acha que o Barça tem vários jogadores sem o nível suficiente para jogar no Barcelona. O argentino quer mais da sua equipa, mas acha que alguns jogadores não chegam para este Barça. Por isso, a intenção do argentino seria que eles saíssem, e quanto mais cedo melhor para a equipa.

Para começar, um nome que não está a conseguir impor-se na equipa e já está na segunda temporada. O lateral direito português Nélson Semedo continua a ser uma dor de cabeça para a defesa catalã.

Arturo Vidal também pode ser um problema para o Barça. Conhecido pelo seu temperamento explosivo, o jogador já começou a dar sinais de descontentamento por não jogar tantos minutos quanto desejaria. E pode provocar mau ambiente no plantel.

O central Vermaelen é um problema antigo. Sempre muito dedicado, são muitos os que acreditam que o belga já não tem o que é preciso para o Barça e, para Messi, Vermaelen não seria uma boa solução para a equipa.

Ousmane Dembélé é a maior das dúvidas. O jogador até começou bem, marcando golos, mas exagerando no seu individualismo. Quando as coisas começaram a correr mal, o jovem francês foi o primeiro a sair. E o Barça está a privilegiar um 4-4-2, com Arthur e Coutinho no apoio a Messi e Suárez, a dupla de ataque. E Dembélé, que foi um grande investimento para o Barça, pode estar de saída.