Kylian Mbappé é a nova sensação do futebol mundial. Aos 19 anos, o craque do PSG e da seleção francesa está a bater recordes de precocidade, que o comparam a Leo Messi. O futuro é do jovem Mbappé, que tem mais uma confirmação do seu reconhecimento: é a capa da revista Time e é apenas o quarto futebolista a ter honras de capa na história da revista. O jogador já dá passos de gigante e ganha a admiração mundial, não só pelo que faz em campo. Em declarações à Time, Mbappé revelou ainda porque razão resolveu doar todo o dinheiro que ganhou no campeonato do mundo para solidariedade.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal news

Uma estrela em ascensão

Um craque dentro e fora de campo. É assim que Mbappé começa a marcar o seu domínio no futebol. E não para de conquistar fãs. Mbappé tem apenas 19 anos, mas já foi duas vezes campeão francês.

Depois de se estrear com apenas 17 anos e ser campeão pelo Mónaco, Mbappé protagonizou uma transferência bombástica.

O jogador mudou-se para o PSG por 180 milhões de euros, e foi logo campeão na estreia. Esta temporada, em sete jogos, já leva dez golos e brilha a grande altura.

No campeonato do mundo, da Rússia, foi uma das estrelas e foi essencial na vitória da França. Tem ganho todas os prémios de melhor jovem, e este ano, já pode sonhar com a Bola de Ouro, depois de uma temporada brilhante.

O talento de Kylian Mbappé continua a conquistar o mundo, e foi agora reconhecido pela prestigiada revista americana Time, que normalmente não faz muitas referências desportivas. No entanto, a importância de Mbappé é um fenómeno que não passou ao lado dos destaques e a revista decidiu estampar o menino prodígio francês na capa.

Os melhores vídeos do dia

O craque do PSG é apenas o quarto jogador de futebol destaque de primeira página, depois de Leo Messi, Neymar e Balotelli.

O conto de fadas de Mbappé

Para muitos na França, Mbappé é mais do que um dos melhores futebolistas do mundo, ele é já um símbolo da nova geração do país. Mbappé é visto como um conto de fadas vivo, com uma história muito rica. Uma vida que começou cheia de dificuldades, mas em que o futebol e a humildade ajudaram a dar a volta.

Foi nas ruas de Bondy, nos arredores de Paris, que Mbappé nasceu numa família de imigrantes. O pai, Wilfried, é camaronês, e a mãe, Fayza Lamari, é argelina e a vitória no campeonato do mundo foi mais do que futebol, foi também a vitória da crença de uma família que arriscou uma fuga para França, onde encontraram a felicidade.

Doou o prémio do campeonato do mundo

Por ter crescido com uma infância tão humilde, Mbappé é um exemplo de superação e aproveita as suas conquistas para ajudar os outros.

No Mundial da Rússia, o jogador prometeu doar o valor monetário que amealhasse durante a prova. E cumpriu. O jovem francês doou mais de 400 mil euros a uma instituição de caridade que apoia desportivamente crianças doentes ou com deficiências.

Sobre esse tema, Mbappé revelou, à revista Time: "[esse dinheiro] não muda a minha vida, mas muda a deles”. Mas não ficam por aqui as manifestações de humildade do craque do PSG. “Eu aprendi que as maiores estrelas e os maiores jogadores são os mais humildes, aqueles que mais respeitam as pessoas. Existem três critérios: respeito, humildade e lucidez”, disse Mbappé à Time.