Depois de uma temporada de estreia no Liverpool fantástica, as coisas não correm tão bem este ano para Mohamed Salah. O astro egípcio ainda não reencontrou o seu melhor futebol e, de acordo com o site Don Balón, o jogador poderá estar contrariado no clube inglês. Isso e algumas mazelas que advêm da temporada passada, quando o craque se lesionou na final da Liga dos Campeões. Certo é que depois de uma temporada incrível, em que Salah se colocou entre os melhores do mundo, este ano o arranque está bem mais lento.

A época de sonho de Salah

O egípcio terminou a temporada passada com números estratosféricos. Logo no ano de estreia com a camisola do Liverpool, o ala marcou 44 golos e fez 16 assistências em 52 jogos oficiais.

No campeonato do mundo, Salah não esteve tão bem, até porque estava ainda a recuperar da lesão sofrida no tão falado lance com Sergio Ramos, na final da Champions, em Kiev.

A temporada de Salah foi tão boa que valeu ao craque a entrada no pódio dos melhores do mundo. No The Best, Salah ficou em terceiro lugar, atrás de Modric e Cristiano Ronaldo, e é novamente candidato mas à Bola de Ouro. Também ganhou o prémio Puskas, referente ao melhor golo da temporada e esteve na luta, com Leo Messi, pela Bota de Ouro, acabando por ficar na segunda posição.

Com tantas coisas boas a acontecer-lhe, Salah foi, sem surpresas, um dos alvos mais desejados do mercado de transferências no verão passado. O Real Madrid esteve na corrida pelo jogador, e também o Barcelona teria demonstrado o interesse. E é aqui que terá começado o problema para Salah.

Os melhores vídeos do dia

O Liverpool teria prometido que ele poderia sair no final da temporada, caso Real ou Barcelona oferecessem os 160 milhões de euros, mas no final de contas, Jurgen Klopp terá colocado o jogador como intransferível. Parece que Salah não aceitou bem esta contradição e poderá estar chateado com a promessa falhada do Liverpool, de acordo com o site Don Balón.

Caso parecido com o de Pogba

Mohamed Salah vive, assim, uma espécie de ressaca após o campeonato do mundo, segundo o portal Goal. A situação do craque egípcio poderá ter paralelos com a de Paul Pogba, do Manchester United, de acordo com Paul Ince.

Depois de uma temporada estratosférica, Salah está a fazer prestações mais modestas, esta temporada, marcando apenas três vezes em 11 jogos. Paul Ince acredita que a lesão de Salah, no fim da temporada passada, deixou o jogador esgotado. "É um jogador excepcional. Não se pode abandoná-lo, porque é preciso manter os três [Salah, Roberto Firmino e Sadio Mane] juntos", revelou o ex-futebolista ao Express.

Paul Ince acredita que Salah ainda não estaria preparado para jogar no campeonato do mundo, após a lesão, e que a prova exigiu demais do craque egípcio, situação semelhante à de Pogba, que continua longe da sua melhor forma, após o brilharete na Rússia: "Pode ser por isso que Salah esteja com tantas dificuldades, e possivelmente Pogba também".