Éric Djemba Djemba recordou os seus tempos áureos no futebol e há uma figura que ele destacou, em declarações ao The Sun. O jogador dos Camarões e Cristiano Ronaldo coincidiram no início da passagem do português pelo Manchester United e formaram uma bonita amizade. De tal forma que, muitos anos depois, em 2010, quando Djemba Djemba perdeu a sua mãe, ele teve um grande apoio no amigo português, apesar de o destino já os ter separado há vários anos. Por essa altura, já Ronaldo era a super estrela do Real Madrid, enquanto que o médio camaronês estava no campeonato dinamarquês, no Odense.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal news

Juntos no Manchester United

Os dois foram contratados juntos, em 2013, por Sir Alex Ferguson. Como chegaram com poucos dias de diferença ao clube e como não conheciam ninguém, os dois jogadores rapidamente se tornaram amigos.

Djemba Djemba recorda agora os muitos jantares juntos num restaurante da famosa cadeia de comida portuguesa Nando's no centro da cidade de Manchester, mas também as muitas extravagâncias de dois jovens que chegavam a uma nova realidade.

Cristiano Ronaldo saía do campeonato português, do Sporting, para uma das mais importantes equipas do mundo e o campeonato mais assistido. Também Djemba Djemba deixava o Nantes e as provas mais modestas na França, para tentar o seu lugar no colosso de Inglaterra. E não era só nos restaurantes que os dois se 'perdiam'.

O camaronês relembra que eles frequentavam juntos várias lojas e as casas um do outro. "Eu sou um bom cozinheiro e fazer comida é a minha paixão. Eu faço uma boa comida africana e às vezes comíamos juntos, quando não íamos ao Nando's", contou o médio ao jornal The Sun.

Morte da mãe de Djemba Djemba uniu mais os jogadores

A amizade prolongou-se durante essas duas temporadas, mas foi quando a mãe de Djemba Djemba faleceu que Cristiano Ronaldo mostrou que não esquecia a antiga amizade.

Os melhores vídeos do dia

"A minha mãe morreu em 2010 e ele estava lá para mim, quando isso aconteceu", relembrou Djemba Djemba, agora já com 37 anos e jogador de futebol no FC Vallorbes-Ballaigues, da Suíça.

Djemba Djemba conta que Cristiano Ronaldo estava a atuar no Real Madrid, mas que lhe ligou para lhe dizer: "Se precisares de mim, e se precisares de conversar, eu estou aqui para ti". Para o jogador camaronês, essas palavras e esse apoio de Ronaldo fizeram a diferença num momento tão difícil da sua carreira.

O antigo médio do United sabia que podia contar com o seu amigo e essa ligação marcou a sua amizade. "Foi um momento que eu nunca esquecerei e apreciei verdadeiramente as suas amáveis ​​palavras numa altura em que eu estava muito magoado", contou o jogador, sobre a sua perda tão dolorosa.

Orgulhoso pelo amigo 'melhor do mundo'

Sobre os diferentes rumos que as carreiras dos dois seguiram, o jogador camaronês só tem elogios para a progressão do seu bom amigo: "O Cristiano tornou-se o melhor jogador do mundo.

Eu tenho um grande respeito por ele".

Os dois jogadores continuam a falar-se e Cristiano Ronaldo continua a apoiar o amigo, também nas suas causas solidárias. "O Cristiano disse que se eu precisar de alguma coisa, ele está sempre lá para mim. Ele doa kits de futebol, comida e tudo o que puder para ajudar. "Ele sabe que eu faço muito trabalho de caridade e ele sempre me oferece o seu apoio. É um homem muito generoso", concluiu Djemba Djemba.