O Football Leaks continua a revelar detalhes do que se passa nos bastidores do mundo do futebol. Agora, numa reportagem da revista alemã Der Spiegel, foram reveladas informações por trás da transferência de Kylian Mbappé do Mónaco para o Paris Saint-Germain. Foram expostas as reivindicações extravagantes do jovem de 17 anos, dos seus pais, e ainda da oferta do Real Madrid que, segundo estas revelações, tentou de tudo para conseguir levar a então jovem promessa do futebol mundial. Entretanto, Mbappé está a confirmar tudo o que se esperava dele e já é uma certeza no futebol, sendo já um dos melhores do mundo.

Mbappé exigiu várias extravagâncias ao PSG

Kylian Mbappé surpreendeu o mundo do futebol.

Tinha ainda 17 anos quando se transferiu do campeão Mónaco para os rivais do Paris Saint-Gerrmain. Publicamente, ficou a saber-se que o PSG pagou 180 milhões de euros ao Mónaco, mas nos bastidores, ficaram horas de negociações entre o jogador e os seus pais com o clube de Paris, no verão de 2017.

Entre os pedidos mais excêntricos do lado do jogador estava o pedido para a cedência de um jato particular 50 horas por ano, além do contrato de 55 milhões de euros por cinco anos. No entanto, só para assinar, Mbappé teria recebido logo cinco milhões de euros. Uma outra exigência de Mbappé seria que ele queria ser o mais bem pago do clube (é o segundo atrás de Neymar) assim que ganhasse a Bola de Ouro, uma cláusula que ele pediu para ser incluída no seu contrato.

PSG recusou algumas cláusulas

No entanto, o PSG não aceitou todas as extravagâncias do jovem craque e uma delas foi mesmo essa, de lhe pagar mais do que a Neymar.

Os melhores vídeos do dia

A outra nega do clube foi a do jato particular, que Mbappé teria pedido.

Porém, o clube não se negou a alguns pedidos que não entram nos contratos que são conhecidos. Supostamente, o clube está a pagar outros luxos a Mbappé, que ascendem a mais de 30 mil euros por mês, em despesas de pessoal, entre empregados, motoristas e guarda-costas.

Pais anteciparam problemas de incumprimento financeiro

Uma das cláusulas que mais surpreendeu foi um pedido dos pais do craque, Wilfrid e Fayza Mbappé. O casal esteve nas negociações como agentes do avançado e quis desde logo saber qual a compensação monetária que Mbappé receberia se não pudesse jogar a Liga dos Campeões, devido às regras do fair-play financeiro da UEFA.

Desde logo, os pais mostraram preocupação com a situação do clube, antecipando os problemas que estão agora a ser revelados com os investimentos ilegais que o PSG teria recebido do governo do Qatar, também revelados pela Football Leaks.

Real Madrid também fez proposta

De acordo com a reportagem da Der Spiegel, o Real Madrid também teria avançado com uma proposta de 180 milhões de euros para levar o jovem do Mónaco.

A favor do Real, o clube esperava usar o trunfo Cristiano Ronaldo. Como é sabido, Mbappé tem em Cristiano o grande ídolo e o Real queria juntar os dois, em 2016.

No entanto, os pais temeram a competição interna. Wilfrid temia que o filho não conseguisse impor-se à frente de Bale ou Benzema e que a sua progressão fosse travada no colosso espanhol.