Nas últimas semanas, têm sido reveladas várias informações sobre o que se passa por trás do futebol. Revelações de cláusulas escondidas e com vista a beneficiar clubes ou jogadores. Sobre Manchester City ou PSG foram revelados documentos de alegadas ilegalidades para fintarem o fair-play financeiro da UEFA, sobre Mbappé ou Neymar também alguns documentos de exigências extravagantes dos dois astros, ou até os documentos de Cristiano Ronaldo, que levaram ao processo da alegada violação a Kathryn Mayorga, em 2009, foram expostos pelo Football Leaks.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal news

No entanto, desta vez, a revelação em causa mostra o melhor do futebol. N'Golo Kanté negou as propostas do Chelsea para ganhar mais e disse que queria apenas um "salário normal" quando assinou o seu contrato, em 2016.

Kanté não aceitou salário em off-shore

Kanté é um jogador diferente e a sua humildade tem conquistado os fãs de todo o mundo. E o astro francês volta a mostrar razões para ser tão adorado. De acordo com a agência France Presse, o Chelsea criou uma empresa chamada NK Promotions, em Jersey, antes de contratar Kanté.

Depois, o clube londrino propôs ao jogador pagar-lhe parte do salário através dessa empresa localizada num paraíso fiscal para evitar impostos. O advogado de Kanté teria dito inicialmente que sim, que aceitariam essa proposta, mas mais tarde, em maio de 2016, um email para o Chelsea revelava a decisão final.

"N'Golo é inflexível, ele só quer um salário normal. Depois de ler numerosos artigos de imprensa sobre direitos de imagem e investigações fiscais contra jogadores e clubes, N'Golo está cada vez mais preocupado que a proposta possa ser questionada pelo Fisco", alertou o advogado, que não conseguiu convencer o jogador a aceitar o esquema para pagar menos impostos.

Os melhores vídeos do dia

Francês é um dos favoritos dos adeptos

N'Golo Kanté teve uma ascensão meteórica. Filho de imigrantes africanos na França, o jovem teve uma infância difícil e mantém a mesma humildade de sempre.

No futebol, começou em equipas menores, na França, até que em 2015 foi descoberto pelo Leicester. Fez parte e foi fundamental na equipa de sonho, que venceu a Premier League e na temporada seguinte, foi contratado para o Chelsea, onde se exibe como um dos melhores do mundo.

Neste ano de 2018, foi mesmo eleito para o melhor onze da UEFA e foi campeão do mundo pela França. É um dos melhores jogadores do mundo e um dos favoritos dos fãs. Mantém sempre o mesmo registo humilde e, já nesta temporada, foi notícia por ter aceite o convite de uns desconhecidos para ir jantar a casa deles e, depois da vitória do Chelsea, ficou com eles a ver o programa desportivo do fim-de-semana.