O Barcelona teve um fim-de-semana complicado. A equipa recebeu de volta Leo Messi, que regressou à competição, mas não evitou um enorme dissabor, em pleno Camp Nou. Os adeptos assistiram, com surpresa, a uma excelente exibição do Bétis de Sevilha e a mais uma sofrível prestação defensiva do Barça. No final, vitória por 4-3 do Bétis e alguns jogadores do Barça terminaram a discutir, nomeadamente Piqué, Suárez e Vidal.

Além dos quatro golos sofridos, o Barça poderia ter encaixado mais ainda e, no final, era evidente a preocupação no rosto dos jogadores e, ainda em campo, Piqué foi-se acercando de alguns colegas e começou logo a tentar entender o descalabro.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal news

Piqué exaltado no fim do jogo

O Bétis, treinado por Quique Sétien, fez um excelente jogo, com o seu estilo de bola de pé para pé, e acabou por surpreender demasiadas vezes a defesa catalã, que continua sem mostrar a segurança desejada.

O Barça estava, naturalmente, mais cansado por causa do encontro no meio da semana contra o Inter de Milão, mas a verdade é que os problemas defensivos continuam a afetar a confiança da equipa.

No final, gerou-se uma pequena discussão entre os jogadores, captada pela televisão Movistar. Piqué foi falar com Suárez e, aparentemente, estaria a culpar o avançado uruguaio por um mau passe. Suárez explicou que ele não o poderia culpar por causa de um mau passe, e Piqué apressou-se a dizer: "Bem, agora já está".

Depois, o defesa central catalão ainda foi falar com Arturo Vidal, por uma má comunicação entre os dois, em campo, que poderia ter dado o empate ao Barça, já no final, quando estavam os dois no ataque.

Os dois jogadores não se entenderam e acabaram por estragar a jogada. "Se disseres 'minha' tudo bem, mas eu nunca ouvi 'eu' na minha vida", disse Piqué a Vidal.

Os melhores vídeos do dia

Críticas a Dembélé

Já no final do encontro, Piqué tinha mais críticas a apontar. Não sobre o que se passou em campo, mas sobre uma das ausências. O Barcelona subiu ao campo para o jogo sem Philippe Coutinho, por lesão, e sem Ousmane Dembélé, que não foi convocado por opção técnica.

Sobre essa exclusão, Piqué também tinha uma opinião para dar e em jeito de recado para o colega francês, de quem já anda há muito tempo na alta roda do futebol mundial.

Dembélé continua a dar problemas pelos constantes atrasos e, na semana anterior, o jogador falhou dois treinos, um deles sem dar qualquer explicação. Mais tarde, o Barça soube que o jogador estava com gastroenterite, mas o silêncio do jovem campeão do mundo não caiu bem junto da direção do clube.

"Temos que ajudá-lo a entender que o futebol é vivido 24 horas. Acho que ele vai evoluir com esta decisão do treinador. Todos nós também já cometemos erros quando éramos mais jovens", disse Piqué, aconselhando o colega.