Javier Tebas, o presidente da Liga espanhola de futebol, revelou que está a ser pensada a possibilidade de o prémio de melhor jogador da temporada ganhar o nome de Leo Messi. Esta seria uma homenagem ao jogador do Barcelona que é unanimemente considerado o melhor de sempre da história da La Liga. Por isso, faria sentido, para Tebas, que o prémio para o melhor jogador de cada ano levasse o nome daquele que é um dos melhores de sempre da história do futebol e que tem feito tanto pelo campeonato espanhol. A ideia parece estar a agradar aos fãs do astro argentino, mas a acontecer, o nome do prémio só será instituído quando Messi terminar a carreira.

Presidente da La Liga pondera mudança

Para já, Javier Tebas diz que a possibilidade está em cima da mesa e que, na Liga espanhola, estão abertos à ideia de nomearem o prémio de melhor jogador em homenagem a Messi. "Eu gosto dessa ideia, mas teríamos que pensar mais sobre isso", disse o presidente da Liga espanhola ao Omnisport.

Atualmente, Messi está fora de jogo, a debelar uma lesão no braço direito. O jogador já perdeu três jogos, até este momento, mas o Barcelona, mesmo com a sua ausência, conseguiu vencer os três encontros, incluindo um jogo difícil para a Liga dos Campeões contra o Inter de Milão e a goleada sobre o Real Madrid por 5-1.

O Barcelona também ganhou ao Clube Leonesa, nesta quarta-feira, na primeira-mão da Taça do Rei. Ernesto Valverde aproveitou para implementar algumas mexidas e acabou por vencer por 1-0, com golo do central Lenglet, após livre de Dembélé.

Os melhores vídeos do dia

Messi é o dominador do prémio

Messi tinha vencido seis das últimas oito edições do prémio, que parou de ser entregue em 2016. No entanto, tal como prémuio Zarra para o melhor marcador do campeonato e o prémio Zamora para melhor guarda-redes, o presidente Javier Tebas acredita que faz falta à Liga que esse prémio para o melhor jogador regresse. E seria com lógica que ganhasse o nome de Messi.

"Eu acho que o Messi será o melhor da história do futebol, ele já é. Algumas pessoas falam do Neymar, mas ele já tem 26 anos e, até onde eu me lembro, o Messi começou a jogar pelo Barcelona quando era muito jovem e continua a surpreender-nos a cada ano, ele parece não ter limites e joga sempre a um nível muito alto", declarou Tebas ao Omnisport.

Na senda do prémio Zarra

Na Espanha, o jornal Marca é que se vai encarregando de entregar os prémios para os melhores de cada temporada. E foi o jornal que escolheu o goleador Telmo Zarra, que antes de Messi era o melhor marcador do campeonato espanhol, mas que entretanto já foi completamente superado pelo argentino, para dar o nome ao troféu de melhor marcador. A mesma homenagem foi feita ao ex-guarda-redes Ricardo Zamora, que continua a dar o nome ao prémio.

Por isso, Javier Tebas vê com bons olhos a possibilidade de acontecer o mesmo com Messi, mas neste caso, o argentino daria o nome ao prémio de melhor jogador.