Virgil van Dijk, o defesa do Liverpool, foi o herói do jogo Alemanha - Holanda. Não só o craque marcou o golo que colocou a Holanda na final four da Liga das Nações, que se vai disputar em junho do próximo ano em Portugal, como o jogador também protagonizou um momento muito bonito no final da partida. Entre as celebrações, Virgil van Dijk percebeu o momento difícil que o árbitro Ovidiu Hategan estava a passar e ficou alguns segundos à conversa com ele. O defesa holandês ficou a saber que o árbitro tinha perdido a mãe horas antes do encontro, e deu-lhe um abraço e ficou uns momentos a tentar consolar o juíz da partida.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal news

Jogador do Liverpool abraçou o árbitro

Quando o árbitro apitou pela última vez, foi o alívio para a seleção holandesa, que conseguiu o apuramento para a final four, mas também para o árbitro.

Enquanto os holandeses celebravam, o árbitro romeno Ovidiu Hategan desabava emocionalmente. Depois de toda a concentração e exigência do momento, o árbitro não conseguiu segurar as lágrimas e chorava, finalmente, a morte da sua mãe.

Van Dijk percebeu que alguma cosia se passava e ao cumprimentar o árbitro ficou a saber da perda que este sofrera, antes do encontro. De acordo com o Digi Sport, o árbitro soube do sucedido com a sua mãe, durante o intervalo do jogo. "Ele disse-me que a sua mãe tinha falecido recentemente", contou van Dijk, à imprensa.

O jogador holandês contou mais sobre a conversa que manteve com Hategan: "Desejei-lhe força e disse-lhe que ele tinha arbitrado muito bem". Van Dijk percebeu, entre os festejos, a dor do árbitro, e teve um gesto emocionante com Hategan. "É uma coisa pequena, mas espero que tenha ajudado", contou o jogador sobre o abraço e a mensagem de força que entregou ao árbitro.

Os melhores vídeos do dia

Van Dijk foi o herói do jogo

Antes desse momento mais comovente, já van Dijk tinha entrado para a história dessa noite. O jogador foi o autor do golo que manda a Holanda para Portugal, para a fase decisiva da Liga das Nações.

Depois de alguns anos de menor força, a seleção holandesa está de regresso a uma fase final de uma competição internacional, o que para uma equipa em renovação é um grande feito. A Holanda junta-se a Portugal, Suíça e Inglaterra na disputa da primeira Liga das Nações, que terá lugar em Guimarães e no Porto, no próximo ano.

Para isso, a Holanda deixou para trás duas grandes potências, ficando em primeiro de um grupo com França e Alemanha. Os alemães foram mesmo a desilusão da prova, ao ficarem em último do grupo, sem qualquer vitória.

Neste último jogo, disputado em Gelsenkirchen, a Alemanha ainda esteve a vencer por 2-0, mas nos minutos finais a Holanda conseguiu o empate que precisava.

No desespero, o treinador holandês Koeman deu ordem ao defesa van Dijk para se colocar como ponta de lança e o resultado não poderia ter corrido melhor, quando o central do Liverpool apontou o golo do empate.