Cristiano Ronaldo pôs, finalmente, a sua mansão de Manchester no mercado. O jogador comprou casa em 2006, quando jogava no Manchester United, mas apesar de não viver na Inglaterra desde 2009, o astro português manteve a luxuosa casa, que decidiu agora pôr para venda. No entanto, o jogador deverá perder dinheiro no negócio, face ao valor que investiu na casa em 2006, uma vez que está a pedir menos do que ela lhe custou, de acordo com o jornal Daily Mail. O craque da Juventus comprou a luxuosa mansão com cinco quartos por 4,27 milhões de euros, que agora pôs à venda por 3,60 milhões, ou seja, 670 mil euros mais barata.

Mansão à venda

Localizada em Alderley Edge, em Cheshire, a mansão tem três andares e inúmeros luxos, incluindo uma sala de cinema, ginásio, piscina e jacuzzi. De acordo com o site Rightmove, a casa está num condomínio fechado e por estar numa área mais elevada, a casa "tem vistas deslumbrantes de longo alcance".

Além disso, está situada numa localidade com "uma fantástica variedade de lojas, restaurantes e bares", como se pode ler no site de casas inglês.

A viver longe de Manchester desde 2009, o jogador tardou a pôr a casa à venda, se bem que nalguns momentos sabe-se que a casa esteve alugada, incluindo a jogadores do Manchester, como foi o caso de Luke Shaw em 2014.

De acordo com o jornal The Sun, o lateral-esquerdo pagava uma renda mensal de 7700 euros a Cristiano Ronaldo, que decidiu agora vender a mansão.

Ao fim de todos estes anos, a decisão de Cristiano ainda entristece os adeptos de Manchester, que ainda acreditavam que o astro português pudesse regressar aos 'red devils', por ter mantido a casa durante tanto tempo.

Nova vida em Turim

No entanto, agora a casa de Ronaldo é em Itália, depois de sua transferência de 100 milhões de euros para a Juventus, em Turim.

Depois de nove temporadas no Real Madrid, o astro português decidiu mudar de ares e experimentar o quarto campeonato na carreira.

De acordo com o seu empresário, Jorge Mendes, Cristiano teve outras opções, mas decidiu que queria prosseguir a sua carreira na Serie A italiana e ao serviço da campeã Juventus, uma decisão que teria sido tomada já em janeiro deste ano. "Ele é o melhor jogador da história do futebol, então muitas equipas o queriam. Apesar disso, a Juventus merece todo o crédito por ter conseguido este acordo", disse Jorge Mendes, ao Tuttosport.

Aliás, o agente do astro português garante que quando Cristiano lhe falou na Juventus, ele mesmo não acreditou que fosse possível, mas a verdade é que a Juventus conseguiu mesmo concretizar uma das transferências mais surpreendentes de sempre.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo