A entrega da Bola de Ouro continua a dar muito que falar e a polémica aumenta com o aparecimento de algumas votações questionáveis. Depois de um jornalista ter dito que os seus votos tiveram a ordem completamente invertida, agora apareceu uma votação que não se sabe de quem é, o que ameaça ainda mais a credibilidade deste prémio, que coroou Luka Modric como o melhor jogador do mundo. Em causa, os votos de um jornalista que participou na votação, Abdou Boina, representante das Comores.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal news

O jornalista aparece como funcionário do 'albaladcomores.com', um órgão de comunicação social que fechou há seis anos. Sobre Boina, também ninguém sabe nada.

Jornalista inexistente 'votou' na Bola de Ouro

A polémica está instalada na votação para a Bola de Ouro.

A France Football, que organiza o prémio, apresentou Abdou Boina como repórter do 'albaladcomores.com', mas foram notados dois problemas de imediato. O primeiro é que o órgão está fechado e o segundo é que ninguém sabe quem é esse jornalista.

Em declarações ao alwatwan.net, um fotógrafo desportivo que trabalhou nesse portal, Toimimou Abdou, disse mesmo não ter qualquer memória desse jornalista: "Estou surpreendido por ver que este jornal ainda existe. Que eu saiba, fechou há quase seis anos. E nunca lá houve um repórter chamado Abdou Boina. Tínhamos dois jornalistas, o Abdoul Youssouf na edição francesa e o Sharif Ousseine na versão árabe".

Votação duvidosa

Apesar de toda a confusão, a verdade é que os votos de Boina foram contabilizados. Nas votações apresentadas pela France Football, as Comores votaram, em primeiro lugar, por Kylian Mbappé, sendo que a segunda escolha foi Luka Modric e o terceiro voto mais elevado foi para Cristiano Ronaldo.

Os melhores vídeos do dia

Eden Hazard, em 4º, e Mohamed Salah, em 5º, completaram esta curiosa votação.

Leo Messi não foi sequer relacionado nesta votação, o argentino que não foi além do quinto lugar da geral. Foi, aliás, uma das grandes surpresas desta classificação, uma vez que o jogador do Barcelona é presença assídua no pódio dos melhores do mundo, há mais de uma década.

Jornalista acusa troca de ordem na votação

Uma outra situação, entretanto denunciada, foi a do jornalista de Trinidad e Tobago, Lasana Liburd, que afirma que a France Football alterou a sua ordem de votos. O jornalista disse que já colabora para esta votação há vários anos e que foi a primeira vez que se apercebeu desta alteração, quando viu os seus votos terem sido, supostamente, invertidos.

Lasana Liburd disse que a ordem foi alterada, ou seja, a sua primeira escolha terminou a ser a quinta e vice-versa. O jornalista disse que votou em primeiro por Messi, seguido por Modric, Cristiano Ronaldo, Salah e Griezmann e, na votação oficial, apareceu precisamente ao contrário: Griezmann, Salah, Cristiano Ronaldo, Modric e Messi.