Jurgen Klopp sofreu a primeira derrota da temporada, no grande jogo da Premier League frente ao campeão em título Manchester City. Num encontro muito disputado, o City acabou por levar a melhor, vencendo por 2-1 e, dessa forma, a equipa de Pep Guardiola pode reduzir distâncias para o Liverpool, que ainda lidera o campeonato inglês – agora com apenas quatro pontos de vantagem. O jogo deixou o campeonato ainda mais ao rubro, mas Klopp não gostou particularmente de uma entrada de Vincent Kompany sobre Mohamed Salah.

Publicidade
Publicidade

A falta foi muito dura, mas foi apenas admoestada com um cartão amarelo pela equipa de arbitragem, o que deixou o treinador alemão muito chateado. A falta poderia ter terminado com a época de Salah, deixando Klopp muito frustrado, pois queria que Kompany tivesse sido expulso por esse lance mais duro sobre a sua maior estrela.

Klopp pediu expulsão para Kompany

O jogo foi muito vivo, com grande emoção e oportunidades de parte a parte. O Liverpool ficou a onze milímetros do golo no primeiro tempo, quando Stones cortou a bola sobre a linha de golo e, milimetricamente, o golo não foi concedido, num ataque em que Sadio Mané atirou ao poste da baliza de Ederson.

Publicidade

Depois, Aguero abriu o marcador ainda antes do intervalo e só no segundo tempo é que Firmino empatou para os 'reds'. O empate foi desfeito por Leroy Sané e o jogo terminou com o Liverpool a tentar o empate e o Manchester a encolher-se, na sua defesa.

No entanto, na opinião de Klopp, tudo seria diferente caso Kompany tivesse sido expulso, aos 31 minutos, depois de um falta mais dura sobre Salah. O Manchester City teria ficado reduzido a dez homens nesse momento, o que poderia ter dado uma vantagem ao Liverpool, numa altura em que o jogo ainda estava empatado a zero.

O árbitro sancionou a jogada apenas com um cartão amarelo, o que na opinião de Klopp teria sido insuficiente. "Eu realmente gosto do Vincent Kompany, mas como é que aquilo não é um cartão vermelho?", perguntou o treinador do Liverpool, no final do encontro, em declarações à Sky Sports. Klopp disse ainda que a entrada "podia ter acabado com a época de Salah".

Kompany defende-se em lance mais duro

Também no final do encontro, Kompany explicou a sua visão sobre o lance, defendendo que "tentou ganhar a bola".

O internacional belga sublinhou que tocou na bola, mas também no Salah, numa jogada que considerou "dentro das regras".

Nas redes sociais, muitas pessoas comentaram o lance, dizendo que a sorte de Salah foi ter conseguido saltar. Caso contrário e, como Klopp referiu, Salah poderia mesmo ter-se lesionado com grande gravidade.

No entanto, o jogador egípcio conseguiu seguir em campo, aparentemente sem mazelas de maior.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo