Philippe Coutinho chegou a Barcelona há um ano, depois de uma transferência muito comentada. O criativo brasileiro pressionou muito para sair do Liverpool e o Barcelona teve que elevar a proposta, para contratar o jogador que mais desejava, depois da saída de Neymar. O Barça chegou a acordo por uma transferência recorde de 160 milhões de euros, entre valor fixo e variáveis. No entanto, depois de um ano, Coutinho está longe de confirmar todo o investimento.

Apesar de ser muito querido na equipa, o jogador tem perdido espaço e neste momento a sua saída poderia estar iminente.

Afinal, o craque de 27 anos não é primeira opção para Ernesto Valverde e, nesta etapa da sua carreira, Coutinho não quer perder a oportunidade de jogar mais minutos. O papel secundário que está a ter esta temporada não parece ser suficiente para o internacional brasileiro, que poderá regressar à Premier League no final da temporada.

Dembélé a ganhar terreno

Coutinho fez muita pressão para sair do Liverpool, onde era a estrela da equipa e um ano depois é suplente e segunda escolha no banco do Barcelona.

As coisas mudaram muito para Coutinho, que não está a encontrar o seu espaço, apesar da saída de Andrés Iniesta.

Ousmane Dembélé está a ter mais preponderância no ataque da equipa, juntando-se a Luis Suárez e Leo Messi. Assim, com este tridente a funcionar cada vez melhor, não sobra grande espaço no ataque para o criativo brasileiro.

Depois, no meio-campo, Arthur Melo é o novo favorito dos adeptos, que veem nele o 'novo Xavi'. Arhtur está a ganhar o seu espaço ao lado do indiscutível Sergio Busquets e depois, Ivan Rakitic ou Arthuro Vidal vão assumindo uma posição neste onze. Coutinho parte cada vez mais desde o banco, uma situação que o estaria a desagradar, ultimamente.

Philippe Coutinho apontado ao Manchester United

Longe de ser indiscutível no Barcelona, Coutinho poderia mesmo deixar a equipa e, de acordo com o site Don Balón, o craque brasileiro até já teria confidenciado a Leo Messi que, no final da temporada, caso não consiga segurar um lugar entre os titulares, deverá sair, à procura de ser mais influente noutra equipa.

Coutinho e Messi têm mantido uma excelente amizade desde a chegada do brasileiro, que já era amigo de Luis Suárez, dos tempos em comum no Liverpool.

Com essa amizade, a integração de Coutinho junto da família Messi foi muito rápida e eles tornaram-se amigos de casa.

Em campo é que as coisas já não correm tão bem a Coutinho, e nem a amizade e influência de Messi podem ajudar o jogador da seleção brasileira.

Por isso, começam a aparecer interessados pelo jogador e o Manchester United seria um dos mais fortes pretendentes. O clube inglês gostaria de acrescentar mais talento e criatividade ao seu meio-campo e, na Premier League, ninguém duvida das qualidades de Coutinho, que brilhou intensamente com a camisola do Liverpool.

O Manchester poderia pagar qualquer coisa como 120 milhões de euros pelo brasileiro, um valor ainda aquém do pretendido pelo Barcelona, que não pretende receber menos do que 150 milhões de acordo com o jornal Mirror.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo