A Fidelidade lançou o primeiro seguro que possibilita umaproteção aos carros e aos seus condutores numa altura que está no TOP dos dadosprovisórios de 2014 do Instituto de Seguros de Portugal. O Plano Autoestima,conforme denominado em comunicado, caracterizou-se por ser um “seguro automóvelde danos próprios pensado para carros com mais de 4 anos.” A estratégia daseguradora passou pela colocação dos seus clientes em primeiro lugar, com a qualidade em termos do próprio serviço, a oferta e a inovação. A companhia atuaem Portugal, Angola e Cabo Verde. 

O plano destina-se a todos os automobilistas que “sentem anecessidade de terem um automóvel protegido nas melhores condições”, conformereferido pelo Diretor de Marketing, Sérgio Carvalho.

O volume relativamente à produção de seguro direto emPortugal obteve um crescimento na ordem dos 9,1%, traduzido num valor superiora 14 milhões de euros, segundo os dados provisórios do Instituto de Seguros dePortugal relativos a 2014. A companhia de seguros Fidelidade reforçou a sualiderança no topo da tabela. 

Os dados globais indicaram um crescimento de 12,9% do ramovida e um decréscimo de -0,1% relativamente aos ramos não vida. Se verificarmosos montantes geridos pelos fundos de pensões num exercício comparativo com 2013, deparamo-nos com um valor superior a 17 mil milhões de euros em 2014. Deu-se umaumento de 12,7%.

Como método de auxílio, a associação sem fins lucrativos paraa defesa dos direitos do consumidor - DECO - disponibilizou um simulador na suapágina web sobre qual o tipo de seguro mais adequado a cada pessoa e às suasnecessidades.

Pode obter esclarecimentos através das perguntas mais frequentes sobre o método de uso.

A Companhia Fidelidade foi adquirida muito recentemente pelo grupochinês Fosun à Caixa Geral de Depósitos (CGD) e garantiu uma cota de mercado de28,3%. Foi ainda distinguida durante o ano transacto pela ‘Efma AccentureInnovation Awards pelo seu projeto apelidado de WeCare, que visava o auxílio nareinserção de pessoas vítimas de acidentes considerados graves.
Não perca a nossa página no Facebook!