Anúncio
Anúncio

Atualmente, o flagelo do Desemprego afeta 536 581 portugueses, menos 87 649 do que há um ano. Uma redução também explicada pelo número crescente de portugueses a aceitar trabalhos de contact center. A Blasting News foi investigar este trabalho emergente que está a absorver muitos trabalhadores e promete criar novos postos de trabalho. As conclusões negativas prendem-se com os contratos precários e incertos e com a certeza de que este sector cresce porque a mão de obra portuguesa é mais barata, mais especializada e comparada a países como Tunísia ou Índia.

A Blasting News teve acesso ao primeiro contacto entre a Randstad e os candidatos. A agência Randstad é que intermedeia todo o processo entre a angariação de trabalhadores e a empresa Altice.

Anúncio

E o grande aliado desta agência de trabalho será o IEFP. É precisamente a partir dos centros de emprego e formação profissional que a Randstad consegue filtrar os interessados.

Tudo começa com o IEFP a convocar os inscritos no centro de emprego. 16 pessoas que desconhecem o motivo pelo qual foram chamadas entram numa sala, onde encontram uma folha de inscrição para um emprego de call center, que pede informações de identificação básicas e questiona sobre habilitações literárias do candidato e nível de conhecimentos na língua francesa e de informática. Preenchidas as fichas, um representante da Randstad começa por explicar a oferta.

A proposta:

Uma vaga no futuro contact center da Altice em Fafe, para apoio ao cliente de uma empresa francesa, radicada em França.

Anúncio
Os melhores vídeos do dia

Conversações integralmente em francês e com necessidade de conhecimentos básicos de informática para introdução de dados no sistema. O horário de trabalho são as 40 horas semanais, divididas por cinco dias da semana, que serão realizadas entre as 7h00 e as 21h00, entre segunda a sábado. O salário é de 520 euros (seja licenciado ou sem qualquer formação) acrescido do subsídio de alimentação. Existe ainda um possível valor de incentivo, que rondará os 100 euros mensais, caso o trabalhador atinja um determinado nível de satisfação para a empresa.

O termo do contrato é incerto e a vinculação efectiva acontece apenas no final de seis anos de trabalho consecutivo com a empresa.

Formação:

Antes do contrato incerto, há ainda o tempo de formação.

Anúncio

Assim que o candidato esteja habilitado a trabalhar para a Altice, ou seja, após ter capacidades linguísticas e informáticas para o efeito, terá que passar por um período de formação, dividido em dois momentos.

1º Período: Seis semanas de formação, já em Fafe. Já em regime de oito horas diárias, entre as 9h00 e as 18h00, de segunda a sexta-feira. Esta formação é paga a dois euros por hora, valor isento de descontos para Segurança Social e IRS.

2º Período: 90 dias de estágio, já no local de trabalho e no contexto de trabalho normal. A única diferença será a possibilidade de regressar à formação, caso a pessoa ainda não esteja suficientemente preparada e... a remuneração. Nesta fase, sobe para 2,5 euros por hora aos quais se soma o subsídio de alimentação.

Findo este período, o formando receberá a verba por todo o tempo de formação. Caso a pessoa desista no início, meio ou final da formação, não receberá nada pelo tempo despendido com a formação.

 

Todo este processo é fomentado pelo IEFP. Continue a ler...