O jogo entre Benfica e FC Penafiel, da 32.ª jornada da 1.ª Liga 2014/15 em futebol, está sob suspeita de viciação. Os encarnados venceram por 4-0 dando mais um passo para o 34.º título de campeão. Já os nortenhos viram confirmado o seu regresso à 2.ª Liga na próxima época. A viciação de jogos é um fenómeno em crescendo, de acordo com um estudo apresentado pela Federbet no Parlamento Europeu.

Diz o secretário-geral da entidade, Francesco Barranca, que houve bastante movimento - e com pouca lógica - nas apostas online referentes ao Benfica vs.

Publicidade
Publicidade

FC Penafiel. Só um dos handicap "previa" pelo menos quatro golos. Em declarações à agência Lusa, Barranca afirma que o Benfica pode até ter sido vítima, já que há a possibilidade de nem todos os envolvidos terem conhecimento da combinação de resultados.

Viciação de resultados em crescendo

O fenómeno da viciação de resultados em jogos de futebol registou um aumento esta temporada em Portugal, principalmente na 2.ª Liga. O relatório anual de 2015 da Federbet aponta para a eventual viciação de sete jogos do segundo escalão do futebol português - envolvendo até os candidatos à subida Sporting da Covilhã, GD Chaves, Feirense e SC Freamunde. Os "capões" estão mesmo ligados a um jogo-fantasma, de carácter amigável, com os espanhóis do Ponferradina.

Segundo o mesmo relatório, "várias das apostas vieram da região de Nápoles e Régio da Calábria", destacando a forte presença da associação mafiosa Ndrangheta (Família Montalbano), anteriormente ligada a um escândalo de viciação de jogos em Itália.

Jogo suspeito na 32.ª jornada da 1.ª Liga.
Jogo suspeito na 32.ª jornada da 1.ª Liga.

Cinco milhões de euros em apostas sujas

Entre a 1.ª e a 2.ª Ligas portuguesas, a Federbet concluiu que dos 40 milhões de euros apostados durante a época, cinco milhões tenham sido referentes a apostas com conhecimento de resultados viciados. A entidade estabelece uma ligação entre a crise financeira e este fenómeno, afirmando que "a recessão parece ter tido um efeito claro na actividade de viciação de jogos" nos principais campeonatos futebolísticos de Portugal e, também, da Grécia.
Leia tudo e assista ao vídeo