A Copa América deste ano realiza-se no Chile, tendo a final marcada para 4 de Julho. Na passada quinta-feira teve o seu jogo inaugural entre a seleção da casa e o Equador. As seleções estão divididas em três grupos, com quatro equipas cada. Destaque para as candidatas crónicas à vitória: Argentina, Uruguai (campeão em título - Copa-América 2011) e Brasil.

No grupo A estão Chile, Equador, México e Bolívia. O Chile, claro favorito deste grupo à passagem, derrotou num jogo equilibrado o Equador por 2-0, com golos de Vidal (grande penalidade) e Vargas, vantagem conseguida só no decorrer da segunda parte. Foi um jogo bem disputado, em que o Equador tentou sempre surpreender através de saídas rápidas para o ataque.

Já o México e a Bolívia não conseguiram ir além de um empate a zero, num jogo com poucas oportunidades de golo.

No segundo grupo surgem as favoritas - Argentina e Uruguai - acompanhadas da convidada Jamaica, e da surpreendente seleção do Paraguai. Se à partida para esta copa se imaginava que a Argentina e o Uruguai iriam conseguir facilmente passar este grupo, disputando apenas entre si o primeiro e o segundo posto, eis que a primeira jornada da competição deixou muitas dúvidas no ar.

O Uruguai teve que se esforçar muito para levar de vencida uma Jamaica que teve uma entrega total ao jogo, criando diversas oportunidades de golo e conseguindo ao máximo evitar os tentos uruguaios. Foi já na segunda parte, através de um lance algo confuso na grande área, que surgiu o remate enrolado de Cristian Rodriguez, que fixaria o resultado final e daria 3 importantes pontos para o Uruguai, que se destaca isolado no primeiro lugar do grupo A.

Os melhores vídeos do dia

Quem assistiu mais tarde ao jogo da Argentina diante do Paraguai, imaginou à partida para a segunda parte que o resultado construído na primeira, com golos de Aguero e Messi (grande penalidade), ditariam o primeiro lugar do grupo para a seleção Alviceleste, mas uma surpreendente segunda parte, num jogo frenético, repleto de oportunidades para os dois lados, ditou um empate a duas bolas. O Paraguai marcou através de Valdés e Barrios, este último já quase no fim do jogo. Depois de uma primeira parte em alta rotação por parte da Argentina, Lionel Messi, capitão da equipa, admitiu, em declarações proferidas na flash interview, que "adormecemos na segunda parte (…) e teremos de melhorar muito já no próximo desafio".

Com o Uruguai na primeira posição, perspetiva-se um grande jogo, diante da Argentina, já nesta Terça-feira, dia 16 de Junho, com o Paraguai a defrontar a Jamaica no outro jogo e a assumir-se também como candidato à passagem aos quartos-de-final (passam também à próxima fase, os dois melhores terceiros classificados).

Por último, no grupo C, a Colômbia de Falcão, James Rodríguez e Jackson Martínez, considerada uma das candidatas à vitória, caiu perante uma surpreendente Venezuela, que marcou o golo da vitória através da sua estrela maior, Rondón (avançado do Zenit), num jogo bem disputado, onde os venezuelanos souberam defender ao máximo o resultado alcançado. Já o Brasil sofreu para conseguir alcançar a vitória diante do Peru, e teve em Neymar o homem do jogo, com um golo e uma assistência fantástica já nos últimos minutos do desafio, para finalização de Douglas Costa, que desatou o empate que se impunha. O Peru marcou através de Cueva.

Na próxima jornada, para além do Uruguai - Argentina, destaque também para o Chile - México (grupo A) e um frenético Brasil - Colômbia (Grupo C) a fazer recordar o Mundial de 2014 no Brasil.