O Chelsea acaba de confirmar que chegou a acordo com o Mónaco para o empréstimo de Radamel Falcao por uma temporada. O clube tem ainda opção de compra, caso o seu desempenho agrade ao treinador. O transferência do jogador chega para colmatar a saída do avançado Didier Drogba, que fez em Maio o seu último jogo pelo clube londrino.

Depois de uma época para esquecer no Manchester United, com apenas quatro golos marcados, Falcao tem no Chelsea uma nova oportunidade de brilhar na Premier League. "Estou muito feliz de me juntar ao Chelsea e mal posso esperar para começar a treinar e ajudar nos nossos objectivos de renovar o título e ter sucesso na Europa." disse o jogador. O jogador colombiano vai juntar-se ao companheiro de selecção Juan Cuadrado, e reencontrar os antigos companheiros no Atlético de Madrid, Filipe Luis, Diego Costa e Courtois, que já deu as boas vindas ao companheiro através do twitter.

Falcao esteve dois anos no Futebol Clube do Porto, entre 2009 e 2011, onde marcou 72 golos, tendo de seguida ido para o Atlético de Madrid por duas temporadas onde fez 70 golos. Em 2013 assinou pelo Mónaco, mas no início de 2014 sofreu uma lesão grave no joelho que o fez perder o Mundial no Brasil e precipitou a sua saída do Mónaco. No Verão do ano passado seguiu para Manchester por empréstimo mas nunca se conseguiu impor na equipa de Van Gaal.

O avançado, sob as ordens de José Mourinho, vai agora tentar apagar a má imagem deixada na temporada passada na Liga Inglesa e quebrar um jejum de cinco meses sem marcar. O treinador português já se tinha referido ao jogador há um mês quando se falava da sua possível mudança para Stamford Bridge. "Se puder ajudar o Falcao a voltar a atingir o seu nível, vou fazê-lo. Magoa-me que haja pessoas em Inglaterra que pensem que o verdadeiro Falcao é aquele que vimos no Manchester United".

Ainda no mesmo negócio, o médio croata Mario Pasalic, de 20 anos, emprestado ao Elche da Liga Espanhola na época passada, faz o percurso inverso e é emprestado ao Mónaco por uma temporada.