José Mourinho foi dispensado esta quinta-feira do Chelsea e surgem agora duas questões: Quem será o próximo treinador dos londrinos? e Qual será o futuro do português? Para já, em ambas as situações, não existem certezas. No entanto, no caso do Special One, existem já clubes de grandes ligas europeias (com fortes argumentos desportivos e financeiras) que podem estar dispostos a perder a cabeça. 

Rafael Benitez está fazer uma época dececionante no Real Madrid. Até ao final da época ainda deve permanecer no clube, mas Mourinho pode ser o seu sucessor.

Publicidade
Publicidade

 O português que já treinou os blancos sempre foi admirado por Florentino Perez. De acordo com o jornal A Bola,  o presidente do gigante espanhol revelou que não pensa neste momento mudar de treinador, mas admite que Mourinho pode regressar  "Ninguém pode prever o futuro, mas neste momento ele não virá para o Real Madrid. Benítez é capaz de resolver os nossos problemas. É a única opção que contemplamos. Tenho boas recordações de Mourinho, elevou-nos a nível competitivo.

Mourinho tem vários clubes interessados
Mourinho tem vários clubes interessados

Não foi uma etapa obscura, com ele voltámos ao lugar que nos pertence". Poderão existir alguns obstáculos para uma eventual vinda de Mourinho: a possível limpeza de alguns nomes históricos do plantel que o técnico pretende; os conflitos que tem com Cristiano Ronaldo. 

Também em Espanha, o Valência poderá querer contar com o técnico. No início deste mês, Nuno Espírito Santo tinha sido demitido do clube, e para o seu lugar foi nomeado Gary Neville.

Publicidade

Uma opção temporária, pois parece que o clube quer mesmo Mourinho, a concretizar no final desta temporada. E agora que Mourinho é um treinador livre, o negócio até pode ser antecipado. Peter Lim, presidente do Valência e Jorge Mendes, o "super agente" de Mourinho, têm uma grande ligação que poderia facilitar o negócio.

Em outubro e novembro deste ano, o Mónaco tentou contratar José Mourinho por 50 milhões de euros. À data, Abramovich exigiu o dobro do preço.

E o negócio não avançou. Os monegascos querem títulos, e Leonardo Jardim, apesar de estar a apostar com sucesso em vários talentos jovens, não está a conseguir lutar por troféus. 

O PSG, nos últimos anos, é o crónico vencedor do campeonato francês, mas a direção do clube parisiense quer a Liga dos Campeões. Certamente que Mourinho continuaria a assegurar facilmente os títulos nacionais e daria uma outra dimensão europeia. 

O Inter de Milão, apesar de estar a fazer uma boa época, pode querer fazer regressar o técnico que lhe deu vários títulos (sendo o mais relevante a Liga dos Campeões).

Publicidade

A ser verdade, Mourinho até poderá aceitar com relativa facilidade, pois não esquece um clube que o marcou. 

Desde a saída de Ferguson do Manchester United, que os Red Devils nunca mais voltaram a ser uma grande equipa. Van Gaal deve ser o próximo treinador com os dias contados. Mourinho se assumisse este desafio teria um trabalho muito semelhante ao que teve no Chelsea: reconstruir uma equipa e ganhar títulos. 

O Bayern de Munique vai perder Guardiola no final da temporada.

Publicidade

Ancelotti tem sido apontado como o mais forte candidato ao seu lugar, mas com Mourinho disponível no mercado, os alemães podem estar agora baralhados. O treinador português teria fortes possibilidades de conquistar a Bundesliga e de lutar pela Liga dos Campeões. 

O interessado português outsider

O site "Notícias ao Minuto" avança que, apesar da qualificação para os oitavos de final da Liga dos Campeões e do lançamento de vários jovens na equipa, o fraco campeonato do Benfica e a eliminação da Taça de Portugal fazem considerar a contratação de um novo treinador. O presidente do Benfica pensa já em outras alternativas. Mourinho é o favorito, mas os benfiquistas têm a noção de que este negócio não tem grandes condições para avançar. Para além dos gigantes europeus interessados, a sua chegada só seria possível se o técnico aceitar reduzir em muito o seu elevado ordenado. 

Leia tudo e assista ao vídeo