O brasileiro Philippe Coutinho já sabe o nome do substituto de Andres Iniesta no onze do Barcelona. O médio espanhol está de saída e, apesar de vários pedidos em sentido contrário, o jogador vai mesmo embora. China ou Japão parecem os cenários mais prováveis para novo destino do mago espanhol, que ainda não foi revelado. Para já, apenas uma certeza: Iniesta vai embora. E deixa muito para trás, incluindo um lugar no onze, que parece impossível de substituir.

Iniesta deixa lacuna no meio-campo do Barça

Coutinho até teria sido contratado coma ideia de ser, a longo prazo, o substituo de Iniesta. No entanto, os dois provaram que podiam coexistir no mesmo onze e parece fazer cada vez mais sentido que Coutinho jogue mais adiantado do que a posição de Iniesta.

E sobra então esse lugar, que durante tantos anos foi ocupado pelo genial espanhol, que vai deixar saudades na Catalunha, e um pouco por toda a Espanha.

Andres Iniesta foi um dos jogadores mais unânimes da história do futebol e foi aplaudido, de pé, em vários estádios por onde passou. Ao normal aplauso do seu Camp Nou, ele conseguiu recolher a simpatia de todos, incluindo dos grandes rivais, como no Santiago Bernabéu. Sempre brindado com o carinho dos adeptos, Iniesta foi um dos maiores da história do Barcelona e é, a par de Leo Messi, um dos mais titulados da história do clube, com 33 troféus com a camisola "blaugrana".

Coutinho revela o nome do possível reforço

No entanto, a decisão está tomada. Iniesta vai embora e Philippe Coutinho revelou um nome inesperado no balneário do Barça: Jorginho.

Os melhores vídeos do dia

O ex-jogador do Liverpool contou a alguns companheiros mais próximos que a direção do Barcelona, presidida por Josep Maria Bartomeu, está a considerar a incorporação do médio do Nápoles para substituir Andrés Iniesta, que já comunicou a sua saída, numa cerimónia bastante emocional, com a presença dos olegas.

Coutinho também poderá ser decisivo para ajudar a aliviar a lacuna que Iniesta vai deixar na equipa. O papel de capitão vai passar, naturalmente, para Messi, que é o legítimo sucessor de Iniesta. Não só pela importância que desempenha em campo, mas acima de tudo pela longevidade no Barcelona. Messi nunca vestiu outra camisola além da "blaugrana" e é o jogador com mais anos de Barcelona. No entanto, em campo, Coutinho está mais próximo de Iniesta. Porém, o clube pretende mais soluções para o meio-campo.

Arthur já está acordado, e deve chegar no início de 2019, também para o meio-campo catalão. No entanto, a equipa poderia estar interessada em outro jogador, com muita experiência europeia. Jorginho, que já foi internacional pela Itália, poderia custar cerca de 40 milhões de euros, segundo a imprensa italiana, mas o Barça terá uma concorrência muito forte. O Manchester City, de Pep Guardiola, também está mais do que disposto a oferecer esse valor pelo talentoso médio.