A próxima temporada do Real Madrid está a começar a ganhar forma. Florentino Pérez já não esconde o desejo de contratar pelo menos um galáctico, o que não acontece desde 2014. Foi também em ano de Mundial que o Real apresentou a última contratação estrondosa, com a chegada ao Santiago Bernabéu de James Rodríguez, que custou mais de 80 milhões de euros. Depois disso, o clube não voltou a perder a cabeça por nenhum jogador, mas parece que este vai ser ano de novas loucuras.

Plano incrível para Neymar ir para o Real

O objetivo do presidente do Real Madrid não é outro senão assinar com Neymar, o que de acordo com o Diário Gol está combinado há mais de um ano com o PSG.

Supostamente, o Real e PSG poderão ter um acordo desde o momento em que Neymar aceitou deixar o Barcelona. A ideia do brasileiro e de todos os intervenientes poderá ter sido sempre essa de Neymar chegar ao Real Madrid, mas por um caminho com mais desvios. Tudo isso para não criar aquele efeito de Luís Figo, que no passado fez exatamente essa troca.

Na altura, o internacional português era capitão do Barcelona e de um dia para o outro aceitou trocar os catalães pelo Real, sendo ainda hoje recordado como traidor na Catalunha. Luís Figo foi sempre vaiado nas suas deslocações a Camp Nou e perdeu todo o respeito dos adeptos, que um dia antes o idolatravam. Neymar quis fazer diferente e o PSG pode ter servido de ponte de passagem, de acordo com fontes próximas do astro brasileiro.

Agora, o jogador, que nunca pareceu muito feliz em Paris, estará pronto para voar até Madrid.

Vídeos destacados del día

No entanto, nem tudo parece assim tão fácil. Cristiano Ronaldo, por exemplo, deu sinal verde para a contratação de Neymar, mas com algumas condições. Ou melhor, Cristiano quer limitar as condições de Neymar e não quer que ele tenha todo o poder que exerceu em Paris.

Condições de Cristiano Ronaldo

Por um lado, Cristiano deixou claro que quer continuar a ser o mais bem pago da equipa, ficando Neymar abaixo do seu patamar salarial. E isso já terá sido aceite por todas as partes.

Uma divergência que está evidente aos olhos de todos tem a ver com Isco. O espanhol e Neymar são muito amigos, e o brasileiro quer que Isco continue no plantel, o que para Cristiano não faz qualquer sentido. O internacional português não confia no médio e acredita que ele, a exemplo de Gareth Bale, deveria sair no verão. Cristiano prefere a continuidade de Marco Asensio e Karim Benzema, como já referiu mais do que uma vez.

Claro que a chegada de Neymar vai causar baixas e para Cristiano não há grandes dúvidas: Bale perde o pouco espaço que tinha na equipa de Zidane. No entanto, o Real pensa ainda na possibilidade de contratar Mohamed Salah, e é nesse momento que Isco deve abandonar, até porque a equipa precisa também de fazer alguns encaixes financeiros. E tanto Bale como Isco têm grande valor de mercado, nomeadamente na Premier League, onde têm vários interessados.