Um caminheiro de montanha (hiker) gravemente lesionado e preso numa trilha remota, foi localizado e salvo graças à agilidade mental de uma estagiária da protecção civil de emergência (911 - o 112 dos E.U.A). Após a chamada de emergência ter caído, a estagiária utilizou as redes sociais na tentativa de conseguir uma localização, divulgaram as autoridades policiais da Califórnia, esta semana.

Publicidade
Publicidade

Ryan Pritchard, de 41 anos de idade, caminhava no domingo à tarde com os seus dois filhos, Jake com 11 anos e Devon, com 18, no duro terreno de Putah Creek State Wildlife Area, perto do Lago Baryessa, no interior da Califórnia, a cerca de 50Km a leste da sua casa de Sacramento. A dada altura escorregou numa pedra solta e caiu 45m por um penhasco abaixo, indo parar no cimo de uma árvore.

Enquanto Devon foi ao carro buscar equipamento, o irmão mais novo, Jake, desceu o penhasco para apanhar o telemóvel do pai, telefonou para o 911, e contactou o serviço de emergência da Califórnia Highway Patrol.

caminhando o Blue Ridge Trail - 12
caminhando o Blue Ridge Trail - 12

Porém, a chamada caiu antes de poder ser dada a localização e os esforços para voltar a ligar foram infrutíferos.

"Por ser da nossa jurisdição, eles passaram-nos a informação," explicou o Deputado do Xerife e porta-voz do Departamento do Condado de Solano, Daryl Snedeker. "Os nossos agentes pegaram na informação e trataram de a trabalhar em conjunto, para descobrir o paradeiro do sujeito." As coordenadas do telemóvel apenas os levaram à antena celular de Vacaville, a 50Km de distância da localização dos caminheiros.

Publicidade

Foi então que uma agente estagiária, Breanna Martinez, teve uma ideia. "Ela é uma pessoa mais jovem, e por isso as redes sociais foram a primeira coisa em que pensou," disse Snedeker. "Ela foi para o Google, como toda a gente faz hoje em dia, e Googlou o nome do sujeito."

O Google levou Martinez à página do LinkedIn de Ryan Pritchard, que por sua vez a levou à sua página do facebook. "Abri a página e o primeiro post era uma foto dele com os dois filhos, com o Lago Berryessa por trás," disse Martinez aos jornalistas.

"E dizia apenas 'Hoje vamos seguir a Trilha Blue Ridge'." Essa era toda a informação que os patrulheiros precisavam. Uma equipa de helicóptero encontrou a Trilha, apanhou Ryan da árvore, e levou-o ao Centro Médico Davis da U. C., tudo antes do anoitecer, disse Snedeker.

Ryan estava a ser tratado por diversas fracturas ósseas, na cabeça e no queixo, informou a sua família aos jornalistas locais. "Estou muito bem impressionado com isto. Orgulho-me que tenham tomado iniciativa e resolvido o problema," disse o chefe dos agentes, o Xerife do Condado de Solano, Tom Ferrara.

Publicidade

"E se for necessário aparecer com uma nova maneira de o fazer, isso é espectacular!"



Leia tudo