Anúncio
Anúncio

Fizeram parte da vida do tabloide britânico durante quase meio século, mas esta semana chegaram ao fim: as fotografias de mulheres em topless vão deixar de ser publicadas na célebre página 3 do The Sun. A notícia foi revelada esta semana pelo The Times, que pertence ao News UK, o mesmo grupo do The Sun. Tudo indica que a edição da passada sexta-feira tenha sido a última a incluir uma mulher com seios à mostra na terceira página do jornal. No entanto, fotos de mulheres semidesnudas vão poder continuar a ser vistas numa secção a pagar da página da publicação na Internet.

A página 3 do The Sun tem vindo a dividir opiniões em terras de sua majestade ao longo dos últimos anos. Uma campanha intitulada "No more page three" (qualquer coisa como "fim à página 3") foi lançada em 2012 por Lucy-Ann Holmes, e que tinha como slogan a frase "boobs aren't news" ("os seios não são notícia"), reuniu mais de 200 mil assinaturas.

Advertisement

Também recebeu o apoio de organizações feministas e contra a desigualdade de género. Em 2013, Caroline Lucas, deputada do Green Party (Partido Os Verdes), utilizou uma t-shirt da campanha durante um debate no parlamento sobre o sexismo nos media.

O The Sun recusou-se a confirmar os rumores do fim desta secção do jornal, mas o relações públicas do periódico, Dylan Sharpe, fez ontem uma piada no Twitter que fazia referência ao caso. "A página 3 do The Sun estará amanhã no mesmo sítio de sempre - entre a página 2 e a 4", escreveu. Crê-se que Rupert Murdoch, CEO da News Corp, esteja ligado a esta decisão. O magnata da comunicação trouxe à baila o assunto numa série de publicações na mesma rede social no ano passado, referindo-se ao conceito como "antiquado". "Não serão as bonitas jovens mulheres mais atraentes com, pelo menos, alguma roupa?", questionou em Setembro de 2014.

Advertisement
Os melhores vídeos do dia

"As feministas britânicas queixam-se sempre da página 3. Aposto que nunca compram o jornal. Acho antiquado, mas os leitores parecem discordar", lia-se noutro tweet com a mesma data.

Segundo o Telegraph, o jornal deverá continuar a publicar imagens de mulheres em roupa interior e a decisão poderá ser revertida se as vendas baixarem por causa desta opção. As fotos em topless foram publicadas na página 3 do The Sun durante 44 anos.