Advertisement
Advertisement

Depois do macabro duplo homicídio num apartamento londrino em Janeiro deste ano, Paul O'Shea foi, na quinta-feira passada, dia 16, condenado a prisão perpétua, sobretudo por causa dos contornos dos dois homicídios. O irlandês, segundo o jornal "Mirror", terá ido ao apartamento do proprietário para comprar droga, tendo algo corrido mal, fazendo com que este reagisse à martelada. Segundo os relatos da polícia londrina, o proprietário terá morrido com uma série de marteladas desferidas na nuca; quanto a Leandro Silva, o emigrante também foi atingido com um martelo, acabando por ser esfaqueado na zona do coração.

Depois dos homicídios, Paul O'Shea tentou pegar fogo ao apartamento para eliminar os corpos e as provas.

A noite fatídica foi em 2 de Janeiro deste ano, mas só agora Paul O'Shea foi condenado pelos crimes que cometeu contra um emigrante português e um amigo íntimo deste e proprietário do apartamento onde aconteceram os crimes.

Advertisement

O Tribunal Central de Inglaterra decidiu aplicar a pena máxima para o irlandês, não só pelos homicídios mas também pela forma macabra como matou as vítimas. "O condenado demonstrou uma falta de respeito enorme pela vida humana. Não olhou a meios para fugir da justiça, pegando fogo ao apartamento onde ocorreram os crimes, colocando em risco dezenas de pessoas que viviam no apartamento", revelou o juiz do caso ao jornal "Mirror".

Paul O'Shea era um viciado em heroína e não terá gostado do produto que foi vendido pelo proprietário do apartamento. Depois dos violentos crimes e de ter pegado fogo ao apartamento para eliminar as provas, Paul esteve em fuga e só terá sido apanhado uns dias depois da noite macabra. Segundo o "Mirror", o irlandês não admitiu ter sido o autor dos ataques, tendo mesmo cuspido na cara de um dos agentes da polícia.

Advertisement
Os melhores vídeos do dia

Se Leandro Silva fazia parte de uma rede de tráfego de drogas ainda é desconhecido, mas segundo os relatos oficiais este não teria conhecimento da transacção, pelo que apenas estava em casa do amigo para passar a noite. Termina assim um Crime que escandalizou todos os londrinos, sobretudo pela forma como as vítimas foram mortas e pelo facto de o irlandês ter pegado fogo ao apartamento, no meio da cidade de Londres, colocando em risco dezenas de pessoas. Concorda com a prisão perpétua ordenada a Paul O´Shea?