Afinal o homem aranha existe mesmo. Que o diga um menino de quatro anos que perante uma iminente queda fatal, foi salvo por um imigrante ilegal maliano, em Paris, no último sábado, 25 de maio. O jovem herói foi recebido pelo presidente francês, estando agora em curso o seu processo de legalização. Mamoudou Gassama tornou-se assim um assunto em França, e ainda a nível mundial, depois de escalar, em 30 segundos, a fachada de um prédio, até ao quarto andar, no norte de Paris.

Em causa estaria uma criança que terá ficado pendurada na fachada do prédio e, perante as buzinas dos carros, que alertaram Mamoudou, o menino foi salvo e encaminhado para o hospital.

Apelidado pela imprensa como o homem aranha, Mamoudou, tem 22 anos, é natural do Mali e chegou à capital francesa em setembro do ano passado, estando até ao momento de forma ilegal no país.

Perante tal ato de bravura, Mamoudou Gassama foi recebido no Palácio do Eliseu pelo próprio Presidente francês, Emmanuel Macron. Segundo o Presidente, e tal como foi reportado pela revista Visão, “Todos os papéis vão ser regularizados”.

Além de poder ficar no país de forma legal, junto do irmão que aí vive há já várias décadas, Mamoudou arranjou ainda um emprego, pertencendo agora aos Bombeiros. Apesar desta atitude de Macron, que quis receber o novo herói nacional, recorde-se que o líder francês tem vindo a ser muito criticado pela sua política contra os imigrantes ilegais, chegando inclusive a expulsá-los do país.

Os melhores vídeos do dia

Enquanto toda esta situação de salvamento se passava, foram feitos variados vídeos, colocados de imediato nas redes sociais, e que alcançaram um record em termos de visualizações.

Apesar de terem sido encaminhados ao hospital, quer o herói, quer o menino que acabou por ser salvo, encontram-se bem, sofrendo o primeiro apenas uns arranhões enquanto a criança acabou por não sofrer grandes consequências.

Foi ainda aberto um inquérito para analisar as causas de um menino de tenra idade ter ficado suspenso na fachada do prédio. Segundo a imprensa, o pai da criança ausentou-se para ir fazer umas compras, deixando o menor sozinho em casa, e a mãe do menor também não estaria nas instalações. O pai, de 36 anos, foi assim detido para interrogatório e a Justiça acabou por retirar, temporariamente, a guarda da família.

Assista ao vídeo do momento em que o novo herói francês salva uma criança menor de uma queda fatal e deixe-nos a sua opinião.