A região Oeste, tão próxima e tão longe de Lisboa, oferece muitos e variados atractivos turísticos. História, serra, praia, gastronomia, actividades para crianças, até um volante nas mãos e pé a fundo no acelerador. Veja agora 5 bons motivos para um rápido passeio ou uma estadia prolongada. Noutro dia haverá tempo para mais 5!



1 - Óbidos é um parque temático medieval - só que real. O imaginário de reis, castelos, princesas, mouros e D. Afonso Henriques é facilmente revivido entre as muralhas da vila.

Publicidade
Publicidade

Com a ginja, o chocolate, a música clássica, a vila Natal, a feira medieval ou a Páscoa (com a celebração religiosa no Domingo de Ramos), é uma referência incontornável a nível regional e nacional.

2 - Alcobaça faz parte do Oeste, mesmo que muitas pessoas não associem. Na Idade Média, foi nesta região erma e de fronteira entre Óbidos e Leiria que os reis de Portugal criaram a sua igreja preferida, com um mosteiro cuja influência cultural só tinha par em Santa Cruz de Coimbra.

Muralhas do Castelo de Óbidos
Muralhas do Castelo de Óbidos

Perto do altar desta igreja de reis, os túmulos do rei D. Pedro e de D. Inês de Castro contam uma história de amor tão dramática como a de Romeu e Julieta - com a vantagem de ser verídica.



3 - Bombarral é uma vila de grande tradição agrícola, com menor projecção nacional que as suas vizinhas Óbidos ou Alcobaça. Mas aqui o visitante pode fazer várias coisas. Começando pelo Buddha Eden, o jardim oriental construído por iniciativa de Joe Berardo, e em resposta à destruição dos budas de Bamiyan pelos talibãs do Afeganistão.

Publicidade

Sem a divulgação mediáticas de outros parques e jardins, o Buddha Eden é um caso único a nível nacional e europeu. No Bombarral pode ainda acelerar nos karts de aluguer do kartódromo (sabia que Lewis Hamilton já correu aqui?), dar um passeio numa charrete tradicional e tentar os melhores restaurantes, desde a cozinha tradicional portuguesa até à…tailandesa. E para visitar a aldeia de Beirais, da série da RTP, vá até ao Carvalhal, a 5 km da vila. Talvez encontre Oceana Basílio ou Pêpê Rapazote pelo caminho.

4 - A Serra de Montejunto é o terraço do Oeste. A mais de 600 metros de altitude, dali é possível avistar a Serra dos Candeeiros "de cima para baixo", o vale do Tejo, as Serras de Sintra e Arrábida, e ainda as Berlengas - totalmente rodeadas pelo mar. Lá em cima é possível visitar também a Real Fábrica de Gelo (onde nos séculos XVIII e XIX se fabrica a mátéria-prima rapidamente transportada para os café de Lisboa fabricarem os seus gelados) e não falta uma boa esplanada à sombra.

Publicidade

A presença da zona militar torna até o local mais seguro.



5 - A Lagoa de Óbidos é um paraíso natural. A praia urbana da Foz do Arelho é procurada há décadas pelas famílias pela segurança e tranquilidade das suas águas. Mas aqui é possível também praticar vela, paddle boarding, fazer passeios de canoa, caminhar ou pedalar pelas "ciclovias" rurais que bordejam a lagoa ou até fazer um piquenique à borda de água. A escolha é sua!
Leia tudo e assista ao vídeo