70 mil quilómetros irão ligar 43 países da Europa, através de uma rede de 14 ciclovias de longa distância. A Eurovelo, projeto da Federação Europeia de Ciclistas, definiu um projeto ambicioso e promete não baixar os braços até à conclusão do mesmo, que se prevê que aconteça em 2020. Portugal não escapou ao traçado do percurso e está incluído na Rota 1 - Rota do Atlântico. O percurso que arranca de Sagres e passa por Faro, ligará Portugal a Espanha, França, Irlanda, Reino Unido e Noruega e percorrerá a costa do Atlântico. Pelo caminho, os cicloturistas poderão apreciar algumas das mais belas paisagens costeiras.

Mas há mais 13 rotas por descobrir.

E cada uma tem o seu nome relacionado ao trajeto. A Rota 13, por exemplo, apelidada de "Rota da Cortina de Ferro", remete-nos ao tempo da Guerra Fria e é a mais longa de todas, com mais de 10 mil quilómetros para pedalar, atravessando países como Noruega, Rússia, Alemanha, Bulgária ou Turquia. A primeira rota a estar completa foi a EuroVelo 12 - Rota do Mar do Norte.

Apesar de boa parte das secções das rotas estarem completas e sinalizadas, existem ainda "falhas" na infraestrutra que se quer de alta qualidade, já que não são cumpridos os padrões da Eurovelo. Estas lacunas serão trabalhadas e melhoradas a partir da rede cicloviária existente e contarão com financiamento comunitário.

O objetivo passa por promover o conceito de mobilidade sustentável e o uso da bicicleta, não só para os habitantes locais mas também para os amantes do cicloturismo.

Vídeos destacados del día

Ciclovias em Portugal

Só em Portugal existem mais de 230 ciclovias, ecovias, ecopistas e percursos cicloturísticos, numa extensão de perto de 1800 quilómetros. Desde o Norte do país, passando pelo Centro, Lisboa, Alentejo, Algarve, Açores e Madeira encontra uma série de percursos a explorar.

Há um site sobre as ciclovias portuguesas, que fornece informação detalhada sobre os itinerários.

Londres vai ter ciclovia protegida

Londres irá ter a maior ciclovia protegida da Europa. A infraestrutura será separada da estrada para circulação automóvel, dando maior segurança aos ciclistas que optam pela bicicleta como meio de transporte.

De acordo com o jornal The Guardian, o projeto mais ambicioso diz respeito a duas rotas planeadas que irão "cortar" a capital londrina: uma que ligará o oeste ao leste (a mais longa) e outra que fará a ligação do norte ao sul. Prevê-se que as primeiras rotas sejam inauguradas até à primavera de 2016. #Natureza #Turismo #Ciclismo