A passagem de ano é uma época em que muitas pessoas optam por viajar para o estrangeiro com o objetivo de usufruirem uma experiência diferente. Bem perto de Portugal, no noroeste de Marrocos, está localizada Tanger. É uma cidade com uma cultura e tradições típicas deste tipo de destino situado no Magrebe mas igualmente com influência europeia, devido à sua proximidade geográfica. No que diz respeito à língua, verifica-se que o francês e o espanhol têm uma grande importância e este facto reforça a sua identidade que inclui traços africanos, árabes e europeus.

Esta mistura linguística e de hábitos torna a cidade e o país mais ricos, diversificados e interessantes para quem os visita.

O comércio e o artesanato em Tanger

Tanger é uma cidade com cerca de 850 mil habitantes situada junto à costa e foi fundada no século V A.C.

O comércio e o artesanato têm papel fundamental na cidade e existem inúmeras lojas de perfumes, tapetes, vestuário e calçado. Os turistas costumam procurar estes locais típicos de modo a conhecer melhor a cultura e a identidade da cidade. Numa loja de tapetes é frequente os vendedores colocarem vários tapetes no chão com o intuito de favorecer a escolha do turista. A acompanhar servem chá de menta como forma de cativar as pessoas e tornar o ambiente mais propício ao negócio. O preço é negociado entre o vendedor e o cliente de modo as duas partes envolvidas ficarem satisfeitas.

É uma estratégia e uma abordagem diferente daquela que temos na Europa tão peculiar nos países do Norte de África. A cidade é relevante na indústria, onde se destacam os sectores têxtil, químico, metalo-mecânico, metalúrgico e naval.

Os melhores vídeos do dia

Tanger é, depois de Casablanca, o maior centro industrial de Marrrocos.

Locais de interesse em Tanger

Um dos locais obrigatórios de visita é a sua Medina. É a parte mais antiga da cidade onde há uma grande variedade de lojas de produtos tais como o couro, o calçado, a madeira, a roupa tradicional e a prata. Este tipo de espaço caracteriza-se por ter ruas estreitas e muito concorridas pelos habitantes locais e principalmente por turistas. O seu formato revela a existência de uma praça central, com cafés, hotéis e um cinema, a partir da qual surgem cinco quarteirões à sua volta. É de salientar que, no passado, esta zona era frequentada por celebridades de diversas áreas culturais e artísticas e este facto deu maior reputação internacional à cidade.

Tanger apresenta uma nova área mais moderna designada de Ville Moderne. A Boulevard Pasteur é o seu eixo central e contém muitos cafés, restaurantes e lojas. No final da avenida está a praça de Faro com os seus canhões apontados ao mar. Neste local é possível termos uma bela vista panorâmica do porto e da baía e em dias limpos consegue-se avistar ao longe a costa de Espanha.

As Grutas de Hércules estão localizadas no cabo Spartel nos arredores de Tanger e são um dos atrativos da cidade. Estas constituem cavernas naturais feitas de calcário com muitas rochas e passagens secretas. Além disso, permitem ter uma vista privilegiada sobre a cidade, em que se destaca a extensa praia, a fazer lembrar muitos dos destinos balneares existentes na Europa. No entanto, nas cidades europeias não há a oportunidade de andar de camelo na praia, como acontece em Tanger.

Relativamente às pessoas, são acolhedores e interessadas em conhecer quem os visita, sobretudo quem vem da Península Ibérica devido às semelhanças históricas entre as duas regiões. A nossa presença em Marrocos ainda hoje apresenta vestígios, a proximidade geográfica e preços acessíveis são fatores que favorecem o crescimento turístico entre os países. Além disso, a TAP efetua voos diretos de Lisboa para Tanger quatro vezes por semana num ATR-72 com 70 lugares. Nos meses de maior procura, entre junho e setembro, os voos tornam-se diários. A viagem dura apenas 1h30m.