Diploma que permite o início da subconcessão da Carris e do Metro de Lisboa está desde esta sexta-feira, dia 6, disponível em Diário da República. As transportadoras irão preparar o concurso público internacional que deverá ser lançado até à data de 15 de março. O diploma foi aprovado pelo governo no passado dia 26 de fevereiro e aponta para que as subconcessões sejam de, aproximadamente, oito anos para a Carris e de nove anos para o Metro de Lisboa.

Fica ainda por lançar o concurso da Transtejo e da Soflusa, que deverá estar para breve. As subconcessionárias terão de ter em conta determinadas necessidades dos meios de transporte.

Nomeadamente, a renovação da frota de autocarros, no caso da Carris. Outros fatores a ter em conta são: a regularidade dos serviços e os preços, que não poderão passar a variação da taxa de inflação, salienta o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro.

Os funcionários destas transportadoras têm também transmitido determinadas carências das empresas em que trabalham e têm-se manifestado principalmente através de greves. O próprio Metro de Lisboa tem greve parcial confirmada para os próximos dias 16 e 18 de março, no horário entre as 6 horas e 30 minutos e as 9 horas e 30 minutos, de ambos os dias. Os trabalhadores apresentam queixas relativas às condições de trabalho, sobretudo na área operacional. Anabela Carvalheira, da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans), afirmou à Agência Lusa que será realizado um plenário de trabalhadores, no qual irão ser discutidas "novas formas de luta".

Vídeos destacados del día

Uma das lutas será travada exatamente contra estas subconcessões. A Fectrans já afirmou que irá esforçar-se para travar esta operação, podendo chegar a recorrer aos tribunais.

Um dos potenciais interessados será a Câmara Municipal de Lisboa que já se demonstrou interessada em entrar no concurso lançado. Espera-se que o processo esteja concluído já no verão de 2015. Com esta medida, o governo aponta para uma poupança de 170 milhões de euros durante o tempo destes contratos.