Um homem de 60 anos de idade morreu na tarde desta terça-feira, 6 de Março, na sequência de um #Acidente em Lisboa. A vítima foi apanhada pela fúria de uma viatura conduzida por um indivíduo de 43 anos de idade, de nacionalidade estrangeira, que estaria a fugir das autoridades policiais. O condutor da viatura em fuga sofreu ferimentos graves e foi conduzido ao hospital sob detenção policial. As causas do trágico acidente estão a ser investigadas pelos agentes da Divisão de Trânsito da #Polícia de Segurança Pública (PSP).

Foi um início de tarde aparatoso e trágico no IC17/CRIL (Circular Regional Interior de Lisboa), uma das principais vias rápidas que circundam a cidade de Lisboa.

Segundo o Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (PSP), tudo aconteceu por cerca das 14h30, quando agentes daquela força segurança abordaram, numa zona de Monsanto, próximo ao Parque de Campismo de Lisboa, os ocupantes de dois automóveis, havendo suspeita de envolvimento em negócios ilícitos com estupefacientes. Os policiais conseguiram interceptar e deter um dos suspeitos, um homem de 33 anos de idade, que tinha na sua posse determinada quantidade de haxixe. O outro suspeito, de 43 anos de idade e de nacionalidade estrangeira, conseguiu colocar-se em fuga.

O mesmo Comando Metropolitano informa que o indivíduo, ao volante de uma viatura de matrícula estrangeira – um Seat Leon de cor amarela – entrou em grande velocidade no IC17/CRIL, em contramão, no sentido Benfica-Algés.

Vídeos destacados del día

Devido à falta de condições de segurança, as autoridades policiais não efectuaram qualquer perseguição, tendo, todavia, alertado o Centro de Comando e Controlo da PSP para a fuga da viatura, a fim de a localizar posteriormente, sobretudo, nas várias saídas da via rápida.

Contudo, a fuga foi interrompida quando o veículo embateu em outras viaturas automóveis que circulavam em sentido contrário. Daquela violenta colisão, resultaram um ferido ligeiro, outro ferido em estado considerado grave (o suspeito e condutor da viatura em fuga) e uma vítima mortal (um condutor de um dos veículos envolvidos, de 60 anos de idade).

O apuramento das causas e das circunstâncias em que ocorreu o trágico acidente está a cargo dos operacionais da Brigada de Investigação de Acidentes de Viação (BIAV) da Divisão de Trânsito da Polícia de Segurança Pública (PSP). Os agentes policiais viriam a encontrar no interior do Seat Leon vários quilos de produto estupefaciente, alegadamente haxixe, informa, ainda, o comando metropolitano.

Nas operações de socorro participaram cerca de três dezenas de operacionais, auxiliados por mais de uma dezena de veículos, da PSP, das corporações de #Bombeiros de Carnaxide, Amadora, Algés e Dafundo, para além do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).