A Polícia Marítima resgatou esta tarde, 12 de Setembro, um corpo que aparentava ser do sexo masculino, noticia o Diário de Notícias da Madeira (DN Madeira). Já o Jornal da Madeira (JM) confirma que o cadáver é mesmo de um homem. A operação foi levada a cabo no mar da Ponta da Cruz, nas Poças do Governador, perto do complexo balnear da Ponta Gorda, no concelho do Funchal, uma zona de praia habitualmente frequentada por nudistas. O alerta foi dado por volta das 15h42.

O corpo foi visto por turistas que se encontravam perto do local e que alertaram as autoridades para um corpo que se encontrava de barriga para baixo e que, posteriormente, percebeu-se que estava morto.

O resgate foi efectuado por uma equipa de mergulho da Polícia Marítima, uma vez que o cadáver se encontrava já no fundo do mar.

De acordo com o JM o homem estava todo nu, o que pode ser explicado pelo facto de aquela ser uma zona frequentada por nudistas. Aparentemente, quando o caso foi reportado à Polícia Marítima o corpo estava à superfície da água, mas acabou por ficar submerso.

Entretanto, foi levado para a Marina do Funchal, onde esteve a Polícia Judiciária para fazer o registo da ocorrência. Segundo dá conta o DN Madeira, fonte das autoridades afirma não haver qualquer suspeita de crime. Ainda assim, o caso será investigado.

O óbito foi declarado pelo Delegado de Saúde e depois o cadáver foi transportado para o Gabinete Médico Legal do Funchal. Para já, sabe-se ainda que a vítima mortal aparentava ter entre 50 e 60 anos e, perto da mesma, encontraram uma carteira sem os documentos de identificação e com uma chave dentro.

Os melhores vídeos do dia

Outras ocorrências do dia de hoje na Madeira

Um despiste de um automóvel ligeiro de mercadorias provocou esta tarde ferimentos num homem de 74 anos. O Acidente aconteceu por volta das 17 horas na Estrada da Camacha, na zona do Palheiro Ferreiro. Para o local foram mobilizados os Bombeiros Voluntários Madeirenses, que socorreram o homem. O carro sofreu uma queda de cerca de 12 metros. O idoso foi posteriormente levado para o Hospital Central do Funchal.