Podemos afirmar com toda a certeza que este foi um verdadeiro fim-de-semana "à Benfica". As vitórias no basquetebol (61-86 frente ao Oliveirense), futsal (8-1 ao Rio Ave), futebol (0-2 frente ao Belenenses) e, principalmente, a vitória esmagadora por 5-1 frente ao FC Porto em hóquei em patins, que ditou o Benfica como vencedor do campeonato nacional, tornaram este fim-de-semana brilhante e espectacular.

Observando primeiramente a equipa principal de futebol, podemos dizer que apesar da vitória (0-2), o Benfica não jogou um bom futebol, e só não "sofreu", porque o Belenenses nunca conseguiu causar grande perigo.

Publicidade
Publicidade

Para percebermos melhor tudo isto, basta comparar este jogo com o jogo da semana passada frente à Académica. Nesse jogo, o Benfica realizou 23 remates, hoje só conseguiu rematar à baliza por 5 ocasiões. Em 5 dessas, 2 foram ameaças concretas e resultaram nos dois golos da equipa (marcados por Jonas, que continua assim a sua veia goleadora e a mostrar claramente que "velhos são os trapos". Ovacionado em pé por todos os benfiquistas quando foi substituído).

Conquista do Campeonato Nacional (Hóquei).
Conquista do Campeonato Nacional (Hóquei).

Claramente não foi uma tarde de bom futebol, mas a vitória foi conseguida com eficácia e, sobretudo, com a ajuda do forte apoio vindo das bancadas (mais uma amostra fantástica e arrepiante da "Onda Vermelha"). 3 pontos importantíssimos, visto que o FC Porto cumpriu, e venceu o seu jogo frente à Académica por 1-0, poupando os seus melhores jogadores, tendo em vista o jogo para a Liga dos Campeões a meio da semana, frente ao Bayern na Alemanha.

"Campeões, nós somos campeões." "O campeão voltouuuu". Foram estas as frases mais ouvidas no Pavilhão Fidelidade durante a noite de Sábado.

Publicidade

A equipa de hóquei em patins conquistou o título nacional com um impressionante registo: em toda a época, até este preciso momento, (faltam duas jornadas), só perdeu 2 pontos. Uns esmagadores e humilhantes 5-1 frente aos rivais FC Porto ditaram a conquista do título tão desejado, depois de na época passada o terem perdido, com exactamente os mesmos pontos que o vencedor (FC Porto). Um pavilhão cheio e a explodir de alegria e de energia, fez a festa juntamente com os jogadores.

Regressando ao futebol, Samaris, Maxi Pereira e Jonas estarão disponíveis (à partida) para o jogo decisivo para o título, na próxima semana, frente ao FC Porto. Samaris e Jonas encontravam-se em risco de suspensão por acumulação de amarelos, mas conseguiram evitar receber cartão no jogo de ontem, e à partida poderão jogar o "Clássico". Salvio não esteve sequer presente no jogo, devido a uma lesão muscular contraída no treino, e, segundo Jesus, ainda não sabem se estará disponível para o grande jogo da próxima semana.

Publicidade

Leia tudo e assista ao vídeo