Dois agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) do Porto, foram castigados com 3 meses de suspensão de funções e sem vencimentos. Foram ainda sido obrigados a entregar as respectivas armas de serviço. E tudo porque num grupo privado da rede social #Facebook, os dois polícias terão escrito comentários relativos a um louvor dado a um elemento policial da esquadra da Bela Vista, no Porto, por serviços de construção civil. Alegadamente, os comentários de ambos, foram considerados impróprios pelos respectivos superiores hierárquicos, tal como a revista Sábado avançou numa das suas últimas reportagens.

Mas uma coisa é certa, alguns louvores que têm sido dados pela PSP, realmente não possuem lógica nenhuma, e em nada dignificam os agentes que os recebem.

Um louvor de mérito, que honra e dignifica um polícia, é aquele que se recebe relativo ao seu serviço e às suas missões. Um agente da PSP que coloca em risco a própria vida para salvar uma outra vida merece muito mais receber um louvor do que outro que repara paredes, que possui fino trato, que faz uma condução defensiva, que tem o seu local de trabalho (ou carro patrulha) limpo ou asseado, ou ainda aquele que até saiba fazer boas saladas de fruta ou arranjos florais.

O profissionalismo, o empenho e a eficiência dos polícias pode ser avaliado é no teatro das operações, onde eles enfrentam a maior parte das ocorrências em que participam, é nos momentos de stress e decisivos para eles, é nos momentos que eles precisam de decidir em segundos o que muitos não decidiriam em horas, e é ainda no prolongamento de horas de trabalho quando é necessário, mesmo que para isso tenha que ficar com menos tempo para descansar.

Vídeos destacados del día

Realmente os agentes da PSP que no cumprimento do dever (ou até mesmo de folga) demonstram ser bons profissionais na polícia, empenhados ao máximo nas suas missões e com grande empenho no que fazem, é que merecem ver o trabalho deles reconhecido e louvado.

Mas são muitos desses agentes com vários anos de profissionalismo, e com excelentes serviços e grande dedicação a toda a comunidade, que passam ao lado de um louvor. Ou então são louvados depois da morte, tal como acontece com aqueles que morrem em serviço. A PSP tem que louvar os seus profissionais em vida, não depois de morrerem.

Um agente da PSP, acima de tudo, tem como prioridade máxima a protecção e defesa de pessoas e bens, mesmo que com o sacrifício da própria vida. Então, somente isso deve definir ou não o merecimento de um louvor e nada mais. #policias #Redes Sociais