Foi na tarde deste sábado (24 de Março) que, aproximadamente pelas 12h43, num restaurante situado na Rua de Moçambique, no Prior Velho, em Loures, ocorreram desacatos e violentas #agressões entre dois grupos rivais. Um grupo com cerca de 20 motards invadiu esse mesmo restaurante para atacar outro grupo que se encontrava no interior do mesmo. Ainda antes de entrarem nesse local, terão mesmo bloqueado a estrada em frente do restaurante com viaturas. Nos confrontos, os atacantes utilizaram armas brancas (facas), paus e ainda outros objectos, tais como martelos. Já no exterior do restaurante, as agressões continuaram.

Todos os agressores colocaram-se em fuga

Somente quando os agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) chegaram ao local é que os agressores desmobilizaram e fugiram.

Do grupo que invadiu o restaurante, nenhum indivíduo acabou detido, pois conseguiram fugir todos. Mas as forças da ordem já se encontram no terreno a efectuar todas as diligências no sentido de tentar localizar e identificar todos os fugitivos.

Resultado das agressões

Das agressões resultaram seis feridos, sendo que dois deles terão ficado em estado considerado grave.

Todos os feridos foram transportados para os hospitais de Santa Maria e São José, em Lisboa, para que pudessem receber todo o tratamento necessário que precisavam.

Hell´s Angel e Skinheads serão os dois grupos rivais

Todos os agressores alegadamente pertencem ao grupo motard Hell's Angel. O proprietário do restaurante no Prior Velho será o irmão de Mário Machado, um dos elementos pertencentes aos Skinheads.

Mário Machado aparentemente encontra-se em liberdade condicional, é o fundador da Nova Ordem Social (NOS) e aparentemente estaria no restaurante com amigos a comemorar.

Vídeos destacados del día

Ambos os grupos, estarão ligados à extrema direita. Tudo leva a crer que toda a situação terá acontecido devido a um ajuste de contas entre os dois grupos rivais.

Apesar de inicialmente ter sido a PSP a tomar conta de todas as operações, actualmente é a Polícia Judiciária que está no controle das investigações.

A #Violência em Portugal continua e quase todos os dias acontecem casos onde a violência impera. E a cada dia que passa, causa mais vítimas. Se com os nossos polícias no terreno ainda corremos tantos riscos, sem eles então seria a desordem total e o caos. São eles que nos protegem e defendem, mesmo que com o sacrifício da própria vida. #policias